“Acrimat em Ação” inicia terceira rota e leva conhecimento para o interior de MT

Dentre os municípios visitados, Juína e Juara se destacam. Juntos, somam 1,6 milhões de cabeças de gado

Temas como Foto: Marcus Mesquita

Com visitas técnicas em fazendas do interior de Mato Grosso e a palestra “Da cria ao abate: Mais carne, mais lucro” a Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), iniciou nesta segunda-feira (22) a terceira rota do projeto “Acrimat em Ação”. Dessa vez, a equipe da associação visitará oito municípios da região noroeste do Estado.

O primeiro município que recebeu a palestra nessa expedição, foi Castanheira (a 850 km de Cuiabá). Nele, cerca de 100 pessoas assistiram a palestra apresentada pelo professor Doutor Antônio Rosa, da Embrapa Gado de Corte.

Doutor Antônio Rosa, da Embrapa Gado de Corte – Foto: Marcus Mesquita

Com mais de quatro décadas dedicadas ao trabalho de pesquisa na Embrapa, o palestrante de forma muito simples, lecionou sobre os tipos de manejo e decisões que o produtor pode tomar para aumentar sua produtividade e potencializar a rentabilidade de seus trabalhos.

Essa é a nona edição do circuito que, é considerado o maior evento itinerante da pecuária de corte do Brasil. Segundo o Diretor Técnico da Acrimat, Francisco Manzi, o objetivo dos trabalhos é levar conhecimento aos pecuaristas e conhecer a demanda de cada região produtora do Estado.

“A gente escolhe esses municípios a dedo porque eles representam 60% da pecuária de corte do Estado. Além disso, existem demandas que são comuns ao Estado inteiro e nós estamos brigando pra conseguir. Nesses eventos levamos as informações que os produtores anseiam”, justifica.

Manzi explicou que o evento prioriza ensinamentos que são importantes para os pecuaristas, principalmente, os que carecem de conhecimento. “Já falamos de bem-estar, de boas práticas, precificação, valor de mercado e, este ano falamos sobre a melhoria do próprio rebanho e isso serve pra todo produtor. Para o pequeno, para o médio e para o grande produtor”, disse.

Pecuarista, José Grizanti Santana – Foto: Marcus Mesquita

Conhecimento que é de suma importância para o pecuarista, José Grizanti Santana. Com 85 cabeças de gado, o pequeno produtor trabalha com recria e produção de leite. “A gente vem aprender com pessoas que tem experiência. Porque ficar escutando conversa dos outros, dizem que é assim, me falaram que é assim, isso não funciona”, avalia.

Santana relata que essa é a sexta vez que participa da Acrimat em Ação e que uma dessas palestra mudou à sua maneira de trabalhar. “Eu mexia com gado, mas eu mexia nas brutas. Usava força, dava pancada nos bichos e não é assim que funciona. Você tem que saber conversar. Você tem que saber conversar com doutor, com analfabeto e com animal também. Você tem que saber conversar com o bicho, o bicho vai conhecer você e aí, você fala com ele, dá um assovio, ele vai aprendendo e melhorando”, contou o pecuarista.

Além de Castanheira, na programação está prevista passagens por Aripuanã (23), Colniza (24), Cotriguaçu (25), Juína (26), Juara (27), Tabaporã (29) e Brasnorte (30). Sendo assim, os pecuaristas dessas regiões poderão participar de palestras sempre às 19h, no seu respectivo município.

Cada uma dessas cidades conta com um rebanho estimado em 400 mil cabeças de gado, mas Juína e Juara se destacam, uma vez que respectivamente possuem 712 mil e 976 mil cabeças.

A caravana composta por técnicos da Acrimat e parceiros ficará por nove dias na estrada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVingadores: Ultimato não terá cena pós-créditos
Próximo artigoEncontro furtivo com Alan Malouf