Acompanhamento social

Comissão criada na ALMT acompanha efeitos econômicos provocados pela pandemia de coronavírus

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Até sexta-feira (27), a comissão especial de acompanhamento social, criada na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deverá apresentar um relatório ao deputado Eduardo Botelho (DEM).

O grupo é presidido pelo deputado Carlos Avallone (PSDB) e conta com participação de representantes da Fiemt e Fecomércio, além de outros setores.

Entre os itens analisados pela comissão está o nível de desemprego e a situação econômica em razão da pandemia de coronavírus.

O documento será entregue ao governador Mauro Mendes (DEM) e vai conter sugestões de ações sociais que o Estado poderá promover para auxiliar os mais prejudicados pela epidemia.

A comissão foi constituída nesta terça-feira (24), após 3h30 de reunião entre os parlamentares.

No encontro também foi decidido que a ALMT vai realizar diversos cortes de gastos para economizar e direcionar os recursos no auxílio ao combate à pandemia.

Outra definição é que a ALMT não vai paralisar suas atividades. Os deputados vão continuar a realizar as sessões às quarta-feiras, e as comissões também deverão dar continuidade em suas atividades.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMinistro diz que quase viajou a Cuiabá para “testar” resistência do coronavírus ao calor
Próximo artigoVendas externas do agro somam US$ 6,41 bilhões em fevereiro

O LIVRE ADS