Ações que inibem perda de água na rede pública de Cuiabá ganham visibilidade

Em Cuiabá, a cada 10 litros de água tratados nas estações, quase cinco são perdidos no caminho até a torneira

As ações promovidas pela Águas Cuiabá em parceria com o poder público para combater perdas de água na rede pública de abastecimento foram expostas a especialistas, técnicos e gestores ligados ao setor de saneamento em evento promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES).

Fiscalizações realizadas em conjunto com a Politec e Polícia Civil (DERF) vêm sendo intensificadas na capital mato-grossense, junto do alerta dos impactos ambientais, sociais e econômicos que o desperdício ou o desvio da água por meio de ligações irregulares provocam.

Comitiva de colaboradores da Águas Cuiabá e servidores da Perícia Oficial de Identificação do Estado de Mato Grosso tiveram um tempo especial na programação de reunião da Câmara Técnica de Gestão de Perdas de Água de Santa Catarina, realizada na cidade de Joinville. O evento foi promovido pela ABES Seção Santa Catarina (ABES-SC) em parceria com a Águas de Joinville (concessionária de serviços de saneamento) e Prefeitura de Joinville.

“A convite da Águas de Joinville, trouxemos para a pauta de discussão um tema sensível, que precisa de nossa atenção e humanização: a gestão e o combate às perdas aparentes. Quando falamos de perdas, não podemos esquecer que na ponta estão os nossos clientes. Por isso, mesmo em meio a ações ostensivas a empatia e o pensar diferente precisam estar presentes, oportunizando a regularização de uma ligação irregular de água, por exemplo”, destaca Mayckon Cassão, coordenador de Gestão de Clientes da Águas Cuiabá.

Durante a exposição, foram também exibidas reportagens produzidas por emissoras de rádio e TV locais e informações repercutidas por jornais e sites de notícias sobre os trabalhos empreendidos no combate às perdas de água.

Em Cuiabá, a cada 10 litros de água tratados nas estações, quase cinco são perdidos no caminho até a torneira. Influem nesse resultado vazamentos na rede, incluindo os provocados por obras de terceiros e quebras registradas em redes mais antigas da cidade, bem como a alta incidência de ligações clandestinas (os chamados “gatos”, no termo popular).

O índice de perdas, registra a Águas Cuiabá, já vem demonstrando uma redução importante desde o início das operações da concessionária, em 2017, quando apresentava um indicador superior a 60%. A substituição de redes antigas, acompanhada de investimentos realizados em hidrometria e inovação tecnológica, está entre os fatores determinantes para esse avanço.

Dia Mundial da perda de água – Não por acaso, tal qual o Dia Mundial da Água (22 de março), o combate às perdas do recurso natural essencial à vida tem também seu dia de tributo: 4 de Dezembro.

Estima-se que no mundo, num único dia, 346 milhões de litros de água tratada que percorrem as redes de abastecimento sejam desperdiçados. De acordo com projeções da Associação Internacional da Água (International Water Association – IWA), caso 30% dessas perdas fossem mitigadas, 800 milhões de pessoas poderiam ser inclusas no mapa de acesso à água tratada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

2 COMENTÁRIOS

    • Segue resposta da CAB:
      O morador pode comunicar a companhia por meio de seus canais de atendimento. Para enviar mensagem de WhatsApp, o telefone é o 17 99641 3259 e para ligações, é o 0800 646 6115. No caso do WhatsApp, o contato pode ser ainda mais eficiente porque o morador pode enviar imagens, o que agiliza a resolução do problema.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAção questiona processo de contratação de agência de publicidade no TCE
Próximo artigoReceita apreende 95 kg de cabelo humano e sintético no Galeão

O LIVRE ADS