Acidente: funcionário do MP morre após recusar atendimento médico

Wilson estava consciente quando saiu do carro, mas passou mal e não resistiu

O servidor público Wilson de Souza Pinto Júnior morreu no início da manhã desta terça-feira (6) ao bater em uma árvore na Rua Estevão de Mendonça, no Bairro Quilombo, em Cuiabá.

Segundo agentes da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) que atenderam a ocorrência, Wilson estava bem, consciente e chegou a recusar o atendimento médico.

Porém, teve um mal súbito e morreu ainda no local. Não houve tempo de ir para o hospital.

Segundo a Polícia Judiciária Civil, o acidente aconteceu por volta das 06h30 e Wilson não colidiu com nenhum outro veículo. Ainda não há informações do que causou o acidente.

Wilson é funcionário do Ministério Público Estadual e membro de família tradicional de Alto Araguaia (420 km de Cuiabá). Ele deixa um filho pequeno.

Wilson e o filho

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

6 COMENTÁRIOS

  1. Matéria mentirosa!

    Conheço os Policiais Militares que atenderam a ocorrência do acidente, inclusive chegaram muito tempo antes dessa equipe do SEMOB que alega que a vítima estava consciente.

    Não foi a vítima que recusou atendimento, foi a unidade de SAMU que não prestou o atendimento necessário.

    Inclusive por ligação com o SAMU, um policial pediu “POR FAVOR” que mandassem uma ambulância do SAMU, pois a vítima havia perdido o pulso. O médico ainda zombou pedindo para os policias balançarem o corpo pra ver se a vítima não estava dormindo.

  2. Nossa, que triste. Ele sempre foi muito gentil, educado, inteligente… um servidor exemplar do MP. Que Deus o receba com muito amor e dê conforto à sua família e seus amigos.

  3. o acidente nao foi as 6:30, foi as 4:00
    Embora diversas pessoas tenham comunicado o acidente, a policia apareceu no local aproximadamente 7 da manha,
    um verdadeiro absurdo

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConcursos públicos em MT têm salários de até R$ 17,5 mil – saiba mais
Próximo artigoTeatro, dança e música: anote na agenda a programação do Cine Teatro

O LIVRE ADS