“Achei que ia morrer”: trabalhador relata desespero ao ficar preso em câmara fria

Ele gritou por socorro, mas era final de semana e não havia ninguém por perto para ouvi-lo

Imagem ilustrativa

Um jovem de 25 anos passou por momentos de desespero na manhã desse domingo (16). Ele ficou preso na câmara fria de um mercado atacadista, no Bairro São José, em Cuiabá. Sozinho, ele não sabia se conseguiria sair.

Era por volta das 8h40 quando o trabalhador foi ao mercado para fazer a reposição de polpas de frutas e precisou entrar na câmara fria. No entanto, a porta fechou e ele não conseguiu mais abri-la.

Em um boletim de ocorrência, o rapaz relatou que entrou em pânico e achou que iria morrer congelado.

Socorro

Ele gritou por ajuda e chutou a porta tentando sair, mas, como era final de semana, não havia outros funcionários no local e ninguém o ouviu.

Na câmara, o telefone celular também não pegava sinal, o que o impedia de pedir ajuda por ligação.

Em desespero, ele passou a tentar de todas as formas abrir a porta. Com muito esforço, conseguiu fresta e, após várias tentativas, passou pelo vão.

Como fez muita força, o trabalhador acabou com dor nas costas e precisou procurar atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Morada do Ouro, em Cuiabá.

O caso foi registrado como acidente de trabalho.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEmpresário acusa prefeitura de “grilar” terreno para construir Hospital Veterinário
Próximo artigoEmanuel responde