Abandonada pela irmã, jovem deficiente é atacada em casa por estupradores

Após denúncia, policiais a encontraram grávida e vivendo sozinha em situação insalubre

Imagem ilustrativa

Uma jovem de 24 anos tem vivido momentos aterrorizantes em sua própria casa, no Bairro Jardim Manancial, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

Uma vizinha acionou a Polícia Militar informando que a jovem estava sofrendo abusos sexuais constantes. Uma equipe de policiais foi até o local e encontrou uma situação inimaginável.

A vítima faz uso de remédios controlados, visto que tem alguma enfermidade que a faz não ter discernimento das coisas, e foi encontrada vivendo em uma casa abandonada e insalubre.

A vizinha denunciante contou aos militares que a jovem foi abandonada na casa pela irmã dela, que ainda recebe um auxílio do governo – que deveria ser da vítima – e não repassa para ela.

Além disso, às vezes, usuários de entorpecentes invadem a casa e abusam sexualmente da vítima, que está grávida e com escoriações por todo corpo.

A jovem também sofre ataques epiléticos, que ocasionaram lesões na face dela.

A Assistência Social foi acionada para acompanhar o caso e um boletim de ocorrência foi registrado como abuso de incapaz, abandono de incapaz, estupro de vulnerável e maus-tratos com lesão corporal grave.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Pode chorar!”
Próximo artigoMax Russi acredita que investir em ferrovia vai acelerar produção e desenvolvimento de MT