A recuperação fiscal de MT

Paulo Guedes sinalizou que pretende flexibilizar as regras do Regime de Recuperação Fiscal

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro da Economia Paulo Guedes (foto acima) sinalizou que pretende flexibilizar as regras do Regime de Recuperação Fiscal (RRF), a fim de facilitar a entrada de Mato Grosso no programa, que é destinado a Estados em situação de calamidade financeira. As informações são do Jornal Folha de São Paulo deste sábado (26).

De acordo com o jornal, com o novo entendimento das normas pelo menos cinco Estados poderiam aderir ao regime, sendo eles, além de Mato Grosso, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Pará e Goiás.

O programa impõe três regras: a dívida acumulada ser maior do que a receita de um ano, o Estado gastar mais de 70% da receita com pessoal e com juros e ter obrigações a cumprir superiores à disponibilidade de caixa.

Nesta semana deve haver uma nova rodada de conversas. O decreto de calamidade financeira de Mato Grosso, baixado pelo governador Mauro Mendes (DEM), foi aprovado por unanimidade pela Assembleia Legislativa nessa quinta-feira (24).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno federal cria comitê para acompanhar desastre em Brumadinho
Próximo artigoPresidente da Vale: tragédia de Brumadinho é mais humana que ambiental

O LIVRE ADS