A pedido de Mendes, ALMT aprova lei que reduz valor de emendas parlamentares

Ao propor a alteração, o governador Mauro Mendes argumentou que se trata de medida excepcional

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso aprovou em segunda votação, na sessão ordinária de quarta-feira (16), a Mensagem nº 156/02020, de autoria do Poder Executivo, que reduz o valor a ser liberado pelo governador Mauro Mendes (DEM) em 2020 a título de emendas parlamentares.

O tema foi tratado em conjunto com os 24 deputados antes de ser submetido ao plenário para votação. Agora, o artigo 38 da lei 10.986 impõe que as emendas parlamentares deverão ser liberadas no montante de até R$ 70 milhões, o que corresponde a R$ 2,916 milhões para cada deputado estadual.

Anteriormente, as emendas parlamentares aprovadas ao projeto de lei orçamentária correspondiam a 1% da Receita Corrente Líquida (RCL), o que permitia a cada deputado destinar até R$ 15 milhões em investimentos para municípios que tradicionalmente pertenciam à sua respectiva base eleitoral.

Medida excepcional

Ao propor a alteração, o governador Mauro Mendes argumentou que se trata de medida excepcional para este ano em decorrência dos impactos socioeconômicos, financeiros e operacionais gerados pela pandemia do coronavírus.

O presidente do Legislativo, deputado Eduardo Botelho (DEM), revelou que a alteração da lei foi uma decisão conjunta, da qual a maioria dos parlamentares concordaram.

“O governo mandou o projeto reduzindo para R$ 70 milhões o valor das emendas parlamentares. Nós queríamos manter em R$ 80 milhões. Não deu e daí fechamos esse acordo. A promessa é que para 2021 não teremos esse tipo de negociação e todas as emendas serão pagas, inclusive para deputados da oposição”, revelou.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Especial Ganha Tempo”
Próximo artigoPoliciais encontram abatedouro clandestino em MT e duas pessoas são presas