A origem do “canhão político”

Emanuel Pinheiro supostmente fazia reuniões fora do expediente e da prefeitura com secretários. Numa delas teria criado o termo

Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) supostamente fazia reuniões em um escritório próximo a sua casa, no Jardim das Américas, para discutir ações de sua gestão com seus secretários, o que envolveria decisões de cunho político.  

Os encontros ocorriam geralmente à noite, fora do horário de expediente. Teria sido em uma dessas ocasiões que ele usou o termo “canhão político” para classificar a contratação de pessoas de indicação política para a Secretaria de Saúde. 

Num desses encontros, o então secretário de Saúde, Huark Douglas Correia, teria dito que até mil desse servidores poderiam ser dispensados e o prefeito teria negado autorização para reduzir o quadro de funcionários. 

Em outra ocasião, Emanuel Pinheiro teria impedido a secretária Ivone de Souza de demitir pessoas “sem qualificação” que estavam sendo chamadas para ocupar cargos na Saúde. Paralelamente, pessoas com formação técnica na área foram cortadas. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.