À espera de vento

Botelho não acredita que voltará ao comando da Assembleia, mas diz reassumir a função, se tiver decisão favorável

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

 O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) escolheu a opção de meio-termo sobre o julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) que pode liberá-lo a voltar ao comando da Assembleia Legislativa. 

Ele disse, nessa segunda-feira (20), que não acredita que a Corte irá mudar a decisão e elogiou o colega Max Russi (PSB), atual presidente da Assembleia. Mas, logo em seguida afirmou que irá reassumir o posto, caso o STF determine. 

Na semana passada, o ministro Gilmar Mendes empatou o placar de votação no Supremo em 1 a 1, com voto oposto ao do ministro Alexandre de Moraes, que determinou nova eleição. 

Quando Alexandre de Moraes mandou, no começo deste ano, que a Assembleia fizesse nova eleição, Botelho afirmou que via problemas na decisão, mas que acataria o resultado. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça mantém condenação de homem que estuprou sobrinha de 12 anos
Próximo artigoBolsonaro discursa na ONU, em Nova York