745 mil mortos “de cansaço”

Levantamento da Organização Mundial de Saúde relacionou mortes com uma jornada de trabalho longa demais

(Foto: Freepik)

Um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) sugere que 745 mil pessoas morrem por ano de tanto trabalhar. Os óbitos geralemnte são por derrame ou doenças cardiovasculares.

E conforme publicação do site BBC Brasil, a estimativa da OMS é que essa situação piore com a pandemia da covid-19 e a adesão em massa ao home office.

Ainda de acordo com o relatório, o Brasil está entre os países menos afetados. Apenas 4% da população estaria exposta a jornadas de trabalho de 55 horas ou mais por semana.

Países do Sudeste Asiático e do Pacífico Ocidental têm casos piores. Nessas regiões, pelo menos 33% da população pratica jornadas tão longas.

Segundo a pesquisa, trabalhar por tantas horas assim aumenta em 35% o risco de ter um acidente vascular cerebral (AVC) e em 17% o risco de morrer de doenças cardíacas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVídeo | Ministério da Saúde usa o “Zé Gotinha” contra a covid
Próximo artigoMT em emergência ambiental