70% empregados: como anda o mercado de trabalho para enfermeiros?

Coordenadora de curso diz que alunos não têm dificuldade para achar emprego e que vagas vão muito além dos hospitais

(Foto: Cottonbro / Pexels)

Eles foram extremamente demandados com a chegada da pandemia e a profissão despontou como uma das mais promissoras para os próximos anos. Estamos falando da Enfermagem.

Uma pesquisa rápida em um site especializado em oferta de empregos, mostra que, hoje, Mato Grossso tem 118 vagas de trabalho abertas no setor. Quem se forma, costuma encontrar colocação no mercado de forma rápida.

No ano passado, 70% dos alunos que se formaram na Universidade de Cuiabá (Unic), por exemplo, conseguiram um emprego passados cerca de 180 dias da graduação.  

Não coincidentemente, houve um crescimento de 104% no número de matrículas, diz a coordenadora do curso ofertado pela Unic em Sinop, Tânia Ramos Silva. Os dados são do primeiro semestre de 2021, comparados ao mesmo período do ano passado.

Além do hospital

E quem pensa que o setor deve esfriar à medida em que a vacinação contra a covid-19 avançar e a pandemia for controlada, está enganado. Tânia afirma que mudanças trazidas pela pandemia apontam para novas tendências no setor.

Neste novo cenário entram possibilidades de empreender num negócio próprio e a telemedicina. Justamente por isso, temas como gestão, liderança e as diferenças de um consultório online são abordados na sala de aula.

“Há uma demanda por profissionais que exerçam os cuidados de pós-pandemia, por exemplo. É perceptível como o conteúdo adquirido em sala de aula se aplica a cuidados de reabilitação, home care, enfermagem para UTI e outros ramos”, ela diz.

Salários

Tânia afirma que um profissional que acabou de se formar em Enfermagem pode iniciar a carreira com salário de R$ 3 mil. É a média do piso salarial de 2021. Mas explica que a remuneração depende da área de atuação e que há profissionais que chegam a marca de  R$ 12 mil.

Sobre os números da empregabilidade dos alunos que se formam na Unic, a coordenara dá crédito ao Canal Conecta, uma plataforma com vagas direcionadas a alunos e ex-alunos e diversas dicas profissionais gratuitas para toda a comunidade.

No portal é possível encontrar vídeos com dicas sobre desenvolvimento profissional, como criar e destacar o currículo, administração de LinkedIn, tendências de processos seletivos, empreendedorismo e relatos de profissionais muito bem alocados no mercado de trabalho.

LEIA TAMBÉM

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorUFMT oferta mais de 1,6 mil vagas remanescentes em Cuiabá, Sinop, VG e no Araguaia
Próximo artigo“Entrego a faixa a quem ganhar”, diz Bolsonaro sobre eleições de 2022