5 Perguntas Para Líbano Barroso, presidente da Rodobens

Líbano tem um vasto currículo e já comandou grandes companhias como a Tam e a Via Varejo

Quem pensa que um dos executivos mais respeitados do país é inacessível, está enganado. Muito solícito, Líbano Barroso respondeu com muita tranquilidade as 5 Perguntas para o LIVRE e revelou parte do seu dia-a-dia à frente do conglomerado de negócios da Rodobens, onde hoje ocupa a presidência

Como um bom mineiro, Líbano é bastante observador. Costuma ouvir mais e falar menos. Ao LIVRE, porém, abriu o jogo e falou sobre o sentimento de investir em Mato Grosso e quanto aos ensinamentos retirados dos momentos de crise.

A cada vitória ou meta alcançada, gosta de compartilhar o sucesso ao lado dos funcionários. Não é difícil encontrar uma foto do executivo com um largo sorriso em meio aos milhares que hoje levam a Rodobens no peito.

Líbano tem um vasto currículo. Já comandou grandes companhias em diversas áreas no Brasil. Você certamente lembrará dele quando foi presidente da TAM de outubro de 2009 a fevereiro de 2012 e, na sequência, foi nomeado diretor-financeiro da Latam, união da companhia aérea brasileira com a chilena LAN.

O executivo também passou pela Via Varejo, empresa de eletroeletrônicos do Grupo Pão de Açúcar, responsável pelas redes de lojas das bandeiras Casas Bahia e Pontofrio.

1 – Como é o trabalho de um CEO?

Líbano Barroso – Interessante sua pergunta. Hoje eu conversei coma minha afilhada que fez 16 anos e está pensando no futuro e ela me questionou, o que é que você faz?

Meu trabalho é mostrar e influenciar as pessoas com objetivos, ter uma visão de negócio de geração de renda, emprego e oportunidade e de contagiar as pessoas que trabalham comigo para que nós atinjamos esses objetivos

2 – O que fazer para contagiar uma equipe? Existe um segredo?

Líbano Barroso – Ética, visão clara – e acho que a Rodobens é o segredo. Pois é um grupo de 70 anos que tem tradição e inovação, uma inspiração para nós. 70 anos de história e não perde a força de inovar e criar, e agora cada vez mais criando, na ótica do cliente. Ou seja, sai daquela ótica tradicional de criar um produto e depois distribuir. Hoje conversamos com o cliente e, o que ele precisa, nós podemos fazer!

3 – Qual a sua missão à frente da Rodobens?

Líbano Barroso – É cuidar desses valores sensacionais que a empresa tem, de ética, de somar à sociedade e de crescer. Minha missão principal é de crescer, gerar valor, gerar mais oportunidade para os nossos clientes, nossos funcionários, para os nossos parceiros e sociedade em geral.

4 – Está confiante no Governo Bolsonaro?

Líbano Barroso – Estou confiante, estou confiante no Brasil, nas oportunidades. Mato Grosso é um termômetro do que acontece, o nosso crescimento chinês é o Mato Grosso. A oportunidade do agronegócio, de ser o celeiro do Brasil e alimentar o mundo mostra e nos dá muita crença de que estamos investindo no lugar certo. Foram investidos R$ 16 milhões em uma área de 26 mil metros quadrados. E quanto aos números, só em Mato Grosso estamos crescendo cerca de 80% no semestre.

5 – Em algum momento da sua carreira chegou a pensar que tinha escolhido o caminho errado ou que não daria certo?

Líbano Barroso – Sabe que tive? Como todas as pessoas e empresas você tem momentos cíclicos, de altos e baixos. E esses momentos de crise ensinam muito, porque a essência aparece na crise. E no momento de crise vem uma força muito grande de superar. Então eu tenho aprendido muito a cada dia. E, a cada dia, tenho mais coragem de ter dúvidas e acho que isso é muito legal.

Leia também:
Maria da Penha: “sempre me preocupei com as vítimas invisíveis, os órfãos”
Cinco perguntas para um atendente de telemarketing
Cinco perguntas para um artista terraplanista