5 perguntas para CARLA BORA

Conhecida pelo jargão “Bora tomar uma?!”, Carla Reis falou um pouco de si e da sua carreira em entrevista ao Livre

Conhecida pelo jargão “Bora tomar uma?!”, Carla Reis, mais conhecida como “Carla Bora”, é figurinha carimbada nas redes sociais. Difícil encontrar quem já não disse a famosa frase nas rodas de amigos, mesas de boteco e até mesmo em áudios de Whatsapp: “Bora tomar uma?!”.

Carla ficou famosa depois de gravar um vídeo em um encontro de motociclistas. Na ocasião, com a voz grave – sua marca registrada –, Carla convida as pessoas para tomar uma cervejinha em tom de brincadeira. À época, muitos se perguntavam se era um homem ou uma mulher. A dúvida bastou para que seu vídeo viralizasse e ganhasse proporção nacional.

Hoje ela é contratada da Rede TV e participa do programa “Encrenca” e disse ao LIVRE que a carreira de atriz ou apresentadora lhe atrai . Tem mais de 400 mil seguidores no Instagram e já foi destaque da Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel, no Rio de Janeiro.

Carla é casada e mãe do Gabriel, 8 anos. Continua morando em Várzea Grande, mas agora passa boa parte do tempo na “terra da garoa”, onde grava o programa.

1 – Usaria anabolizantes de novo ou se arrepende?
Carla Bora – Usaria novamente sim. Não me arrependo.

2 – Você bomba nas redes sociais por postar fotos sensuais e ousadas. Já recebeu proposta para posar nua? 
CB – Eu aceitaria posar nua, dependendo do valor. Mas ainda não recebi convite.

3 – Com quase 400 mil seguidores no Instagram e vídeos no Youtube que chegam a ter 200 mil views, acredita que seu jeito debochado seja a receita para o sucesso? Como lida com as críticas por falar sempre o que pensa?
CB –
 Eu recebo muitas criticas hoje, mas no início recebi mais. Hoje eu recebo mais elogios. Hoje eu tenho fãs verdadeiros. Pude ser reconhecida como humorista. Sempre fui de brincar, fazer palhaçadas, deboche. Então, aquela fase do preconceito, já consegui passar.

4 – Você é uma várzea-grandense que tem muito orgulho de sua terra natal. Mas também faz críticas quando vê algo na cidade que te incomoda. Já pensou ou já recebeu propostas para ingressar na carreira política?
CB – Já recebi propostas para me candidatar, por conta da fama. Sou nascida em Cuiabá, mas moro em Várzea Grande. Gosto muito da minha cidade, mas infelizmente lá temos problemas políticos também. Não que eu vá me candidatar e resolver a situação de todos. Se eu fosse me candidatar, garanto que seria para melhorias. Mas não é meu foco agora. Teria que abrir mão do humor e do programa de TV. Seria largar o certo pelo duvidoso.
Mas meu slogan seria: Bora! Bora fazer mudanças!

5 – Quem Carla Bora deixaria numa ilha deserta?
CB – Deixaria uma pessoa maldosa. Não sou do tipo que coleciona inimigos ou que pensa em se vingar. Eu sou do tipo de pessoa que anda sem medo. Não sou de fazer inimizades. Inveja tenho muita, mas não sentimento de vingança.

Saideira – Já recebeu cantada de alguma famoso ou famosa?
CB – Já. O Eduardo Costa foi o mais cara de pau. Deu cantada inclusive na frente do meu marido.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno estoura limite prudencial com folha em 2017 e se aproxima do teto
Próximo artigoCandidatos brancos são acusados de fraudar cotas raciais na UFMT