44 povos indígenas afetados

Números do governo divergem de entidade de proteção, que quer contabilizar também os indígenas que vivem em áreas urbanas

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

A covid-19 já atingiu 44 povos indígenas no Brasil. O Comitê Nacional pela Vida e Memória Indígena já contabilizou 610 casos de infecção e 103 mortes.

Os números, no entanto, são bem diferentes dos que aparecem no boletim epidemiológico da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai). Nele, estavam registrados – até esta segunda-feira (18) – apenas 402 casos confirmados e 23 óbitos.

Especialistas dizem que a diferença pode ser explicada pelos critérios que vêm sendo usados pelo governo, que exclui indígenas que vivem na zona urbana. Somente os aldeados entram na conta oficial da União.

Pela contagem do Comitê, o Estado que concentra mais óbitos de indígenas por covid-19 é o Amazonas: 78 casos. Logo depois, empatados com 7 casos cada, estão o Pará e Pernambuco. Na sequência aparecem Ceará (4) e Roraima (3).

As outras mortes ocorreram em Alagoas, Amapá, Rio Grande do Norte e São Paulo.

(Com Agência Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMT receberá R$ 3,5 bilhões da União em 2020; entenda os repasses
Próximo artigoJustiça manda “prender” em casa quatro pessoas de uma família após contato com infectado