38 pessoas são presas em festa clandestina em Várzea Grande

Promotor do evento cobrava R$ 50 pelo ingresso

Trinta e oito pessoas foram presas por participarem de uma festa clandestina do bairro Costa Verde em Várzea Grande. A confraternização estava regada a bebidas alcoólicas, com arma de fogo e a presenças de diversos adolescente.

Os militares abordaram um veículo no bairro e nele estavam seis pessoas. O insulfilme nos vidros era tão escuro que chamou a atenção.

No carro, foram apreendidas seis porções de maconha e bebida. O condutor reagiu à ordem de prisão e tentou agredir contra um dos policiais, mas acabou sendo mobilizado.

O motorista do veículo não admitiu ser dono da droga, mas acabou confessando que ele e os passageiros estavam a caminho de uma festa em uma residência e que, no local, havia arma de fogo.

A chegada de equipes da PM na festa provocou uma grande correria. Adultos e adolescente tentando fugir pelo telhado e saltando janelas e muros. Em meio a essa confusão, os policiais ouviram um disparo de arma de fogo, mas não identificaram a origem e ninguém ficou ferido.

No meio da rua, também tentando fugir, uma das equipes da PM prendeu o responsável pela festa.

O homem disse que havia alugado a casa por R$ 350 para o evento e que estava cobrando R$ 50 por participante. Outra equipe de policiais encontrou em um dos quartos a arma citada pelo condutor do carro abordado minutos antes, um revólver calibre 38 com cinco munições.

Dos 13 adolescentes identificados na festa, 10 admitiram que estavam consumindo bebida alcoólica. Em alguns deles, o exame de alcoolemia apontou embriaguez, até 0,48 mg/l de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões.

Além de responder por crime do artigo 268 do Código Penal, que é infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, no caso específico a pandemia do coronavírus (Covid–19), há participantes que podem ser enquadrados por corrupção de menores, porte ilegal de arma, tráfico de droga, entre outros.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior7 motivos que nos fazem perguntar: será o fim dos tempos?
Próximo artigoSaiba como estão os planos de retomada econômica em cada estado

O LIVRE ADS