3,5 mil professores

Governo de Mato Grosso dá início à contratação de interinos para ministrar aulas online a partir de 3 agosto

Imagem Ilustrativa (Foto: Seduc-MT)

O governo de Mato Grosso está concluindo a contratação de 3,5 mil professores interinos para dar início – de forma remota – às aulas do ano letivo de 2020. Eles vão atuar nas escolas que estão com o calendário atrasado devido à greve do ano passado.

A expectativa é que esses profissionais sejam incluídos na folha de pagamento de julho, ou seja, no dia 10 de agosto já terão salário na conta.

É que, embora, as aulas estejam programadas para iniciar somente no dia 3, eles já estão recebendo treinamento para trabalhar com os alunos durante as aulas não presenciais – de forma online e off-line, para o caso daqueles que não têm acesso à internet.

A contratação deve significar uma trégua na batalha que o governo de Mato Groso vem travando com a categoria desde o início da pandemia do novo coronavírus.

O motivo inicial era, justamente, a não contratação de muitos deles, já que as aulas presenciais foram suspensas. Depois se intensificou quando a Assembleia Legislativa sugeriu – e derrubou o veto do governo – o pagamento de um auxílio emergencial para os que ficaram sem renda.

“Agora, com o início das aulas em 3 de agosto, iniciamos o processo de contratação, pois já temos o fato gerador, que são as aulas para serem ministradas pelo professor”, explicou a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAdolescente é apalpada por marido da avó enquanto dormia
Próximo artigoMais médicos para MT: prova do Revalida deve ser aplicada em agosto