2º passo rumo às vacinas

Vereadores de Cuiabá aprovam projeto que permite à Prefeitura entrar em consórcio nacional para compra direta de doses

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

Com 20 votos favoráveis e quatro abstenções, os vereadores de Cuiabá aprovaram nesta quarta-feira (10) um projeto de lei que autoriza a Prefeitura a comprar vacinas contra a covid-19.

A mensagem foi encaminhada na terça-feira (9), em regime de urgência urgentíssima, pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

A aprovação permite ao município ser inserido no Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras, denominado de Conectar. Dessa forma, Cuiabá estaria autorizada a comprar vacinas sem a intermediação do governo federal.

LEIA TAMBÉM

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP), entidade suprapartidária de representação nacional de municípios, apoia a formação de um consórcio público com essa finalidade. A estratégia é acelerar a imunização em massa e, ao mesmo tempo, comprar vacinas em quantidade alta e, consequentemente, com preços menores.

No projeto aprovado pela Câmara, o prefeito Emanuel Pinheiro explica que o consórcio, que conta com manifestação de interesse de mais de 1,7 mil municípios, tem a finalidade de “contribuir para agilizar a imunização da população e também atender eventuais demandas por medicamentos, equipamentos e insumos que sejam necessários aos serviços públicos municipais de saúde”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMandante da morte de Mariana Dutra vai a júri popular em maio
Próximo artigoJovem é denunciado por estupro após engravidar adolescente