2ª fase: polícia cumpre 18 ordens judicias contra acusados de roubo de veículos

Parte dos acusados já está presa e teve o mandado cumprido no presídio

Dezenove ordens judiciais, entre mandados de prisão e busca e apreensão, estão sendo cumpridos pela Polícia Civil na Operação Imperial, 2ª fase – Loki, deflagrada na manhã desta segunda-feira (18) pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (DERFVA).

A operação, que teve a primeira fase deflagrada em agosto deste ano, tem como alvo uma organização criminosa estruturada para prática de crimes de roubo, adulteração de veículos, receptação, uso de documentos falsos, falsidade ideológica, estelionato, lavagem de capitais e outros.

No total, são cumpridos 10 mandados de prisão preventiva contra suspeitos que estavam presos em razão de prisão temporária e tiveram a prisão convertida em preventiva, três mandados de prisão temporária, e três de busca e apreensão domiciliar.

Também  foram decretadas pela Justiça medidas diversas da prisão, sendo expedidas notificações a três investigados, determinando o uso de tornozeleiras eletrônicas.

As ordens judiciais são cumpridas nas cidades de Cuiabá e Tangará da Serra.

Segundo o delegado titular da DERFVA, Gustavo Garcia Francisco, a segunda fase da operação tem o objetivo de reprimir os crimes de estelionatos que estão correlacionados aos roubos praticados pelo grupo.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMulher de influência
Próximo artigoAutoridade em segurança nuclear