13º salário está na conta? Saiba como se organizar e usá-lo da melhor forma possível

Não deixe de lado as dívidas de começo de ano, como matrículas, IPVA e IPTU

(Foto: Pixabay)

O ano de 2020 foi surpreendente em todos os sentidos, mas, para aliviar um pouco a pressão dos brasileiros, chegou a época do 13º salário. Com esse dinheiro, é possível começar o ano com as contas em dia, objetivo mencionado por mais de 92 mil usuários do 7waves, aplicativo de gestão de objetivos de vida.

E para te auxiliar a aproveitar essa remuneração extra da melhor forma, o CEO da ferramenta, Rodolfo Ribeiro, junto ao educador financeiro Douglas Merechia, do canal Fusca Na Bolsa, dão dicas valiosas sobre o assunto. Confira!

1. Organize a sua vida financeira

Liste todas as despesas fixas e as contas que estão em atraso. A partir desse mapeamento detalhado, é possível ter uma visão ampla das dívidas que precisam ser priorizadas e do total de cada uma delas.

E começar a se planejar financeiramente para 2021 é possível usando planilhas e aplicativos, como o 7waves. Eles funcionam como um auxiliador e concentrador das informações e desejos, ou seja, aliados para a conquista de alguns objetivos.

2. Aprenda a se planejar

Considere as despesas extras de fim de ano e planeje, minuciosamente, os gastos para não começar o ano no vermelho. Para tanto, faça uma lista de prioridades e use o valor a mais previsto (bônus, participação nos lucros e o 13º salário) com sabedoria.

3. Seja honesto em relação a sua saúde financeira

(Foto: Pixabay)

Ao somar as despesas fixas com o total de contas em atraso, é possível avaliar melhor onde, quando e como estão sendo direcionados os gastos e, a partir disso, entender do que se pode abrir mão, cortar ou direcionar melhor o nosso dinheiro. Entendendo exatamente quanto se tem para gastar e onde, evitamos o endividamento.

4. Priorize as contas com valores e taxas mais altas

Infelizmente, nem sempre é possível pagar todas as contas em atraso de uma vez. Por isso, priorize as dívidas que possuem valores e taxas de juros mais altos assim que receber o 13º salário.

Quanto mais tempo se demorar para pagar as contas com os juros mais altos, maior ficará o valor a ser pago por essa dívida.

5. Evite começar ano novo no vermelho

O melhor momento para começar a planejar a sua vida financeira para 2021 é agora. Aproveite o momento para reservar uma quantia do 13º salário e demais bonificações para as contas fixas do começo de ano como: IPTU, IPVA, rematrículas, material escolar, entre outros.

6. Poupe hoje para o amanhã

Ninguém está livre de imprevistos na vida e é fundamental estar preparado para quando eles surgem. Se possível, tenha sempre uma reserva de emergência em algum fundo de baixa liquidez e de resgate rápido, como o Tesouro Direito, ou mesmo a tradicional caderneta de poupança.

Desse modo, é possível ter mais segurança para passar por momentos economicamente desafiadores sem comprometer o orçamento.

7. Tenha uma relação saudável com o dinheiro

Manter as finanças em ordem pode não ser uma das tarefas mais fáceis, mas ao estabelecermos um controle efetivo dos gastos, passamos a ter, não somente uma visão mais clara de como utilizamos dinheiro, mas desenvolvemos também uma relação saudável com ele.

Em outras palavras, as contas ficam em dia e eliminamos de uma vez por todas o estresse financeiro de nossas vidas.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSuspensão total de serviços
Próximo artigoAssembleia Legislativa “doa” R$ 3 milhões para Hospital do Câncer não fechar as portas