02 de abril de 2017 - 10:19

PSDB não está conseguindo frear onda pró-Doria, diz jornal

Reportagem do jornal O Globo diz que Serra, Alckmin e Aécio estão de mãos atadas dentro do partido

Gabriele Schimanoski

, da Redação

gabriele.schimanoski@olivre.com.br

Reportagem do jornal O Globo deste domingo diz que o PSDB está diante de uma situação sui generis depois de 28 anos de existência. Pela primeira vez, uma pré-candidatura tucana à Presidência está sendo articulada fora do controle das tradicionais lideranças do partido, informou a publicação.

Aliados dos senadores Aécio Neves (MG) e José Serra (SP) e do governador paulista Geraldo Alckmin já estariam admitindo não ter como frear o movimento em favor do prefeito de São Paulo, João Doria, para a vaga de presidenciável.

"Ao não perder uma oportunidade de se contrapor ao PT e ao ex-presidente Lula em compromissos de governo e em redes sociais, o prefeito começa a ocupar um espaço político deixado vago pelo triunvirato tucano (Aécio, Serra e Alckmin), hoje mais focado nos desdobramentos da Lava Jato do que no enfrentamento político", diz trecho da matéria.

Até pouco tempo atrás, os únicos cotados para a disputa interna no PSDB eram Aécio, Serra e Alckmin. 

A publicação relembra que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso tentou, na semana passada, minimizar o alcance do prefeito dentro do partido quando disse que “credibilidade não é igual à popularidade”. A atitude só teria aumentado a campanha pró-Doria na internet. O prefeito reagiu dizendo que o líder tucano já havia errado prognósticos em relação a ele duas vezes.