05 de dezembro de 2017 - 16:10

Governo de MT arrecadou R$ 121 milhões a menos do que o previsto em outubro

Maior frustração de receita foi nas transferências federais

Laíse Lucatelli

, da Redação

laise.lucatelli@olivre.com.br

GCom-MT

Palácio

Orçamento para o ano de 2017 é de R$ 18,4 bilhões

O governo de Mato Grosso teve R$ 121 milhões a menos que o previsto para o mês de outubro. As receitas do mês somaram R$ 1,55 bilhão, enquanto a previsão era de R$ 1,67 bilhão. Entre janeiro e outubro de 2017, a frustração acumulada é de R$ 419 milhões. Foram previstos R$ 16 bilhões em receitas e efetivamente arrecadados R$ 15,6 bilhões.

Os dados são do Boletim Mensal de Acompanhamento das Finanças Estaduais divulgados pela Secretaria de Planejamento (Seplan). O orçamento total previsto para este ano é de R$ 18,4 bilhões.

Apesar do aumento no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em outubro – com arrecadação de R$ 858 milhões, em vez dos R$ 818 milhões previstos –, a arrecadação de impostos foi menor do que a projetada: foram R$ 956 milhões, enquanto o orçamento previa R$ 961 milhões.

Por outro lado, a receita das contribuições foi maior, com R$ 160 milhões, enquanto a previsão era R$ 136 milhões. Nesse bolo, está incluído o Fundo de Transporte e Habitação (Fethab), que arrecadou R$ 84 milhões no mês.

A maior frustração foi nas transferências do governo federal. A Seplan previu que Mato Grosso receberia R$ 448 milhões, mas foram repassados apenas R$ 305 milhões – entre as transferências previstas e não realizadas, está uma parcela de R$ 104 milhões do Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX). O projeto de lei do FEX ainda está tramitando na Câmara Federal e o recurso deve chegar em dezembro.

Leia mais