11 de outubro de 2017 - 11:15

Estado afirma repasse de R$ 2,5 milhões a hospitais filantrópicos

Recurso é referente ao mês de agosto e tinha sido usado como argumento para a interrupção em parte dos atendimentos à pacientes do SUS

Laura Nabuco

, da Redação

laura.nabuco@olivre.com.br

Ednilson Aguiar/O Livre

Santa casa

O governo do Estado deve depositar nesta quarta-feira (11) R$ 2,5 milhões para atender aos hospitais filantrópicos de Cuiabá e Rondonópolis. O recurso é referente aos gastos do mês de agosto e acabou se transformando no motivo da paralisação parcial dos atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) de, pelo menos, três unidades localizadas na capital.

De acordo com o governo, trata-se de um repasse voluntário, ou seja, que o Estado não tem obrigação de pagar. O dinheiro atenderá as Santas Casas de Cuiabá e Rondonópolis, além do Hospital Santa Helena e o Hospital do Câncer, também sediados na capital.

A interrupção em parte dos atendimentos pelo SUS teve início na última quarta-feira (4). O serviço mais afetado foi o oferecido nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Além disso, também foram fechados leitos de retaguarda – onde são internados os pacientes que já receberam atendimento de urgência e emergência, mas ainda precisam de cuidados – e de maternidade.

A alegação das direções destes hospitais é que, sem o repasse, não há dinheiro o suficiente para comprar medicamentos, insumos e prestar o serviço a todos os pacientes que chegam por meio do SUS.