26 de dezembro de 2017 - 19:00

Em ano de crise, Câmara de Cuiabá reduz 47 cargos

Vereadores aprovam cinco projetos e orçamento fica para quarta-feira

Laíse Lucatelli

, da Redação

laise.lucatelli@olivre.com.br

Ednilson Aguiar/O Livre

Câmara Municipal de Cuiabá

Câmara de Cuiabá terá orçamento de R$ 49 milhões em 2018

A Câmara de Cuiabá aprovou, nesta terça-feira (26), um projeto de resolução que reduz 47 cargos comissionados, do total de 460 que existem no Legislativo municipal. Além disso, o texto cria o cargo de ouvidor. Cada vereador deve reduzir em média dois comissionados em seu gabinete. A intenção é cortar despesas. Para 2018, o orçamento da Câmara é de R$ 49,6 milhões.

O vice-presidente da Câmara, o vereador Renivaldo Nascimento (PSDB), afirmou que a crise financeira vivida neste ano, quando houve a medida drástica de exonerar todos os servidores comissionados, foi somente em função da falta de suplementação. “Deveria ter vindo R$ 49 milhões, mas a Câmara recebeu apenas R$ 42 milhões. Interrompemos todos os serviços e só por isso não vamos fechar no vermelho”, afirmou o vereador.

Além disso, foram aprovados cinco projetos de autoria do Poder Executivo, todos em regime de urgência. Entre eles, o projeto que institui a nova política de resíduos sólidos com gestão integrada, que permite que as empresas paguem ao município para fazer o tratamento do lixo.

Outros projetos aprovados foram o que dispõe sobre a ordenação dos veículos de divulgação e de anúncios na paisagem da capital e a segunda junta administrativa de recursos de infrações com assento para as associações dos taxistas e mototaxistas.

A Lei Orçamentária Anual (LOA) 2018 deve ser votada na quarta-feira (27), permitindo aos vereadores que encerram o ano legislativo e entrem em recesso parlamentar. O orçamento total do município para 2018 é R$ 2,19 bilhões.

Leia mais