13 de abril de 2017 - 16:15

Botelho alerta Wilson para não marcar data para VLT

Presidente diz que tucano pode cometer os mesmos erros do governo passado com a obra

Laíse Lucatelli

, da Redação

laise.lucatelli@olivre.com.br

Ednilson Aguiar/O Livre

deputado estadual Eduardo Botelho

 

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), alertou o colega Wilson Santos (PSDB) para não marcar data para o lançamento do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), para não cometer os mesmos erros do governo de Silval Barbosa (PMDB), que não conseguiu concluir a obra. Durante a sessão plenária, o presidente chamou o consórcio VLT Cuiabá de mentiroso.

“Tenha muita cautela porque o senhor está trabalhando com as mesmas pessoas que mentiram e enganaram o povo de Mato Grosso e disseram que o VLT ia ficar pronto", disparou. "O senhor abra o olho. Porque esse consórcio mentiu para o povo, avalizando todas as mentiras do governo Silval."

Na sequência, ele elogiou a dedicação e a garra de Wilson e desejou sorte ao tucano com a retomada das obras. Wilson deixou o comando da Secretaria de Cidades de Mato Grosso na segunda-feira, 10, sob o argumento de que tentaria convencer a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa a mudar o relatório, que seria um empecilho à retomada das obras do VLT. Ele promete retornar à pasta em poucos dias para dar continuidade às obras.

Em entrevista ao LIVRE, Botelho recomendou Wilson a não marcar data para inauguração do modal. “Ele está numa luta que não tem horizonte. Colocar data para inaugurar o VLT é precipitado e até irresponsável. Vai cometer os mesmos erros do governo passado. Já acabou o tempo da demagogia”, sentenciou.

Wilson Santos rechaçou as críticas do presidente e minimizou a responsabilidade do consórcio pelo atraso na obra. “O consórcio trabalhou oito meses sem receber, no início das obras. Quem era responsável por livrar o caminho para as obras, fazendo desapropriações? Alguns proprietários não foram indenizados até hoje”, disse.

Minutos antes, o tucano havia cravados datas para as diversas etapas do VLT. “A inauguração da estação do bairro do Porto será em 31 de março de 2018. O Terminal do CPA em frente o comando geral da PM e a inauguração da Linha 1 será em 31 de dezembro de 2018. A inauguração do Terminal do Coxipó e a conclusão da Linha 2 será 24 meses depois da ordem de serviço”, disse.

VLT está paralisado desde o final de 2014. Wilson assumiu o comando da Secretaria de Cidades em novembro de 2016, tendo como principal missão destravar a obra. O primeiro passo nessa direção foi dado há cerca de duas semanas, quando foi fechado o acordo entre o governo e consórcio VLT Cuiabá, que levou o valor da obra para R$ 1,9 bilhão. O valor contratado em 2012 foi de R$ 1,47 bilhão.

O relatório da CPI foi apresentado em outubro de 2016, e é considerado um entrave para a retomada do VLT, pois pede que o consórcio seja responsabilizado por suposto superfaturamento na obra. A CPI pede que sejam devolvidos R$ 316 milhões aos cofres públicos. 

Leia mais