06 de agosto de 2017 - 18:30

Supermercados da Europa tiram ovos das prateleiras após contaminação

Fipronil é um pesticida usado para proteger lavouras. A substância não pode ser usada nas proximidades de animais

da Redação

Vários supermercados da Europa estão retirando os ovos de suas prateleiras após a notícia de que os produtos com origem na Bélgica e Holanda, dois dos principais fornecedores, foram contaminados por um pesticida. O caso, que veio a público há apenas alguns dias, já era investigado pela Bélgica desde o início de junho, o que indignou autoridades de outros países por causa da demora em repassar tal informação.

O Fipronil é um pesticida usado para proteger lavouras. A substância não pode ser usada nas proximidades de animais da cadeia de produção de alimentos, incluindo frangos. O Fipronil também é nocivo para as abelhas e, para protegê-las, seu uso tem sido proibido em sementes de milho. Segundo especialistas, comer ovos com a substância pode prejudicar o fígado, rins e outros órgãos.

A suspeita é de que a substância tenha entrado em contato com as galinhas por meio de um detergente de uma marca holandesa, chamado de Dega 16, que é utilizado para limpar os celeiros.

Kathy Brison, da agência de segurança alimentar da Bélgica, disse neste domingo que os agricultores do país alertaram o governo sobre uma possível contaminação em junho. Após isso, os técnicos começaram a investigar.

O governo da Alemanha ficou indignado com o atraso na divulgação por parte da Bélgica desta notícia. O ministro de Agricultura da Alemanha, Cristian Schmidt, planeja conversar com o ministro de Agricultura da Bélgica sobre o tema na segunda-feira.

Brison disse que as autoridades do seu país acharam que era apenas um incidente isolado e que somente conseguiram ver a gravidade da situação no fim de julho.

(Com Agência Estado)