28 de outubro de 2017 - 17:00

Explosão em hotel da capital da Somália deixa 13 mortos

A polícia informou que ainda há disparos de tiros, já que suspeitos seguiam dentro do prédio

da Redação

, da Redação

Mogadiscio, 28 (AE) - Um carro-bomba explodiu diante de um popular hotel na capital da Somália, Mogadiscio, e matou pelo menos 13 pessoas, deixando ainda outras 16 feridas. A polícia informou que ainda há disparos de tiros, já que suspeitos seguiam dentro do prédio. Duas outras explosões foram ouvidas, quando um dos autores detonou um cinturão com explosivos.

Do local do ataque, o capitão Mohamed Hussein afirmou que mais de 20 pessoas, entre elas funcionários do governo, estariam presas no local enquanto ocorriam os confrontos, no hotel Nasa-Hablod, próximo ao palácio presidencial. Dois dos cinco autores do ataque foram mortos no primeiro andar, segundo Hussein. Os outros lançaram granadas e interromperam o fornecimento de energia do hotel.

O ataque deste sábado ocorre duas semanas após mais de 350 pessoas terem morrido em um grande atentado com um caminhão em uma rua movimentada de Mogadiscio, no pior atentado já ocorrido no país.

O Al-Shabab, grupo extremista islâmico, reivindicou a autoria do ataque deste sábado. Após a noite cair, era possível ouvir disparos esporádicos. Entre os mortos estavam um ex-congressista e uma graduada autoridade policial somali. Fonte: Associated Press.

(Com Agência Estado)