14 de novembro de 2017 - 15:53

Investigação sobre assassinato de personal trainer corre em sigilo

Delegada não dá entrevista sobre o caso e diz que versões divulgadas são boatos

Karina Cabral

, da Redação

karina.cabral@olivre.com.br

Reprodução/Arquivo Pessoal

Vereador Nilo Campos e filho

Danilo é filho do vereador de Várzea Grande Nilo Campos

As investigações sobre a morte do personal trainer Danilo Nascimento de Souza Campos, 28 anos, seguem em segredo.

Danilo foi assassinado na última quarta-feira (8) com cinco tiros, no Bairro Duque de Caxias, em Cuiabá.

A delegada Alana Cardoso, da Delegacia Especializada em Homicídio e Proteção à Pessoa, que está responsável pela investigação, disse que nem ela, nem ninguém da DHPP, falará sobre o inquérito.

Ela afirmou que as versões divulgas pela imprensa até o momento não são oficiais e não passam de boatos.

O LIVRE conversou com o pai do jovem, o vereador de Várzea Grande Nilo Campos (DEM), que relatou a dor da perda do único filho.

O vereador disse não ter nenhuma suspeita sobre o motivo do assassinato.

No momento do crime, Danilo estava na Rua General Ramiro de Noronha, no Bairro Duque de Caxias, quando dois homens passaram em uma motocicleta alta e o garupa efetuou cinco disparos no personal.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, porém Danilo não resistiu e morreu na hora.