07 de dezembro de 2017 - 09:18

Homem denuncia ex-esposa por agressão e por não permitir que ele trabalhe

A agressão foi feita na frente dos filhos - e um deles também foi ofendido por tentar parar a mãe

Karina Cabral

, da Redação

karina.cabral@olivre.com.br

Ednilson Aguiar/O Livre

 Polícia Militar

O homem registrou dois boletins contra a ex-mulher

Um caso atípico foi registrado na delegacia de Sorriso (397 km de Cuiabá), na noite da quarta-feira (7). Um homem de 39 anos denunciou a ex-esposa, de 29 anos, por agredi-lo e não permitir que ele trabalhe.

Conforme o boletim de ocorrência, o casal está separado há três meses, mas a ex-esposa constantemente volta à casa, ou trabalho da vítima, para insultá-lo.

No mesmo dia, ele já havia registrado outro boletim contra a ex-mulher, em que a denunciava por atentado contra a liberdade de trabalho, lesão corporal, dano e roubo.

Após a denúncia, ele voltou para seu trabalho, pois tinha clientes esperando. Mas chegando lá, por volta das 18h20, a ex-mulher surgiu novamente em seu trabalho, o insultando e xingando na frente dos filhos.

Com a separação, os filhos do casal, de 13 e oito anos, ficaram com o pai, visto que, segundo ele relatou à Polícia Militar, a mãe não tem responsabilidade para cuidar dos filhos e está sempre fumando narguilé com os amigos, consumindo bebidas alcoólicas e saindo para festas, sem hora para voltar.

Em meio aos insultos, a mulher foi para cima do ex-marido para agredi-lo com um capacete que estava em sua mão e passou também a xingar o filho mais velho, que tentava impedir as agressões.

Em outra ocasião, segundo o boletim de ocorrência, a mulher já ameaçou matar o ex-marido e até contou isso para o filho mais novo.

A vítima afirmou que “sua ex-esposa possui comportamento explosivo, é agressiva, não mede palavras, não exerce adequadamente seus deveres de mãe e começou a apresentar esse comportamento há seis meses, antes de se separarem”, consta no boletim.

Ele ainda afirmou à Polícia Militar que, por causa dos transtornos, não está conseguindo trabalhar e que isso está causando prejuízos à família.