04 de agosto de 2017 - 12:09

Neymar quer estrear neste sábado pelo PSG: "Sou fominha"

Detalhes burocráticos podem impedir a sua presença em campo

da Redação

Apresentado oficialmente nesta sexta-feira como novo reforço do Paris Saint-Germain e festejado por milhares no estádio Parque dos Príncipes, Neymar voltará ao mesmo local neste sábado para reencontrar com os torcedores que vão acompanhar a estreia do time na edição 2016/2017 do Campeonato Francês. E, apesar de ter acabado de chegar, o atacante se colocou à disposição do técnico Unai Emery para estrear nesta partida diante do Aims, às 12h15 (de Brasília), na casa do clube parisiense.

Embora a temporada europeia esteja começando agora, o brasileiro disse que está em boas condições físicas para atuar. Apesar disso, detalhes burocráticos que envolvem a sua transferência do Barcelona para o clube francês podem impedir a sua presença em campo. Um deles depende da eficiência da Fifa, que precisa enviar à Federação Francesa de Futebol o certificado de transferência do atleta até esta sexta-feira. Com o documento, ele poderá ter a sua situação regularizada junto à entidade e ficar consequentemente liberado para poder ser escalado.

"Ainda não conversei com o treinador, sempre falei que gosto é de jogar. Eu gosto de jogar em qualquer posição que seja, estando entre os 11. Se precisar, até de goleiro eu jogo", brincou Neymar, para depois ressaltar: "Sou fominha. Por que não (estrear) amanhã?".

Além da questão burocrática que envolve a sua liberação para poder atuar, o atacante ainda não tem o entrosamento com os novos companheiros de time. Entretanto, já conhece bem vários deles. Um deles é Daniel Alves, seu ex-parceiro de Barcelona e atual de seleção brasileira, como também são Thiago Silva, Marquinhos e Lucas Moura, seus outros compatriotas que fazem parte do elenco do PSG.

Outro fator que colaboraria para a possível estreia de Neymar é o de que ele foi o grande destaque do giro norte-americano da pré-temporada do Barcelona, no qual brilhou em vitórias sobre Juventus, Manchester United e Real Madrid. Foram dois gols, sendo um de placa, no triunfo por 2 a 1 sobre o time italiano, além de ter garantido o 1 a 0 sobre a equipe inglesa e ainda dado o passe que resultou no gol de Piqué que decretou o 3 a 2 sobre o arquirrival espanhol, no último sábado, em Miami, onde acabou fazendo a sua última partida pela equipe catalã.

"Vinha treinando sim, agora foi uma parada de dois dias sem treinos por tudo que estava acontecendo (a negociação dos últimos detalhes de sua contratação antes de confirmar a sua saída do Barça). Passei pelo campo, deu vontade de colocar a camisa do PSG e jogar. Vamos conversar e ver certinho. É o que eu mais gosto de fazer", ressaltou Neymar durante a sua apresentação oficial ao PSG nesta sexta.

O atacante ainda brincou ao ser lembrado de que se tornou o jogador de maior peso do time francês e minimizou que isso o faça se sentir pressionado a justificar a sua milionária contratação, a de maior valor financeiro da história do futebol. "Sobre a pressão por ser o jogador mais caro, não. Sigo com 69 quilos, continuo na mesma altura", disse o astro, que preferiu deixar de dividir o protagonismo com Lionel Messi no Barça para se tornar a principal referência do PSG.

(Com Agência Estado)