29 de março de 2017 - 14:37

Medina perde na estreia e terá repescagem para seguir vivo em Margaret River

Três brasileiros conseguiram vencer suas baterias e garantiram vaga direta na terceira fase

Da Redação

pautas@olivre.com.br

Apesar das péssimas condições do mar, teve início na noite desta terça-feira a segunda etapa do Circuito Mundial de Surfe, disputada em Margaret River, na Austrália. Mesmo com todas as adversidades apresentadas na praia de North Point, três brasileiros conseguiram vencer suas baterias e garantiram vaga direta na terceira fase: Ian Gouveia, Jessé Mendes e Caio Ibelli. Mendes, convidado da etapa, venceu Gabriel Medina, que precisará passar pela repescagem para seguir na disputa em Margaret River. As primeiras baterias do evento já mostraram que os surfistas teriam dificuldades para encontrar boas ondas.

Enquanto os multicampeões Kelly Slater e Mick Fanning lutavam para fugir da repescagem, o italiano Leonardo Fioravanti conseguiu pegar apenas uma onda e terminou com nota 1. A primeira classificação da "Brazilian Storm" veio em uma bateria formada apenas por atletas do País. Convidado da etapa, Jessé Mendes surpreendeu Gabriel Medida e Wiggolly Dantas e ficou com a primeira posição. "Minha bateria realmente teve um monte de ondas e eu estava no lugar certo para pegar os tubos. Eu tinha surfado aqui a manhã toda, então eu meio que sabia onde sentar e procurei manter minha estratégia, que deu certo. Foi impressionante competir aqui nesse lugar e agradeço a Deus por ter me abençoado. O dia está bonito, as ondas estão bombando e é isso que a gente quer", disse Mendes.

E as zebras não param por aí. Estreante na elite do CT, Ian Gouveia bateu os australianos Owen Wright, vencedor da prova em Gold Coast, e Connor O'Leary. "Minha coisa favorita no surfe é pegar tubos de backside (de costas para a onda), então ter North Point só com outros dois caras na água é fantástico. Todos os brasileiros no circuito apoiam uns aos outros e quando eu vi o Jessé (Mendes) ganhar a bateria dele, fiquei muito empolgado e só queria ir lá fora surfar alguns tubos. Ainda bem que consegui e foi incrível vencer o Owen (Wright) aqui", disse o pernambucano.

A última classificação brasileira da primeira rodada veio com Caio Ibelli. Ele acertou na escolha das únicas duas ondas que pegou e somou 9.16, deixando para trás Joel Parkinson e Jadson Andrá, que ficaram com 8,70 e 4,80, respectivamente. REPESCAGEM - Na abertura da segunda fase, que é eliminatória, Gabriel Medina encara o local Jacob Willcox. Wiggolly Dantas tenta seguir vivo na etapa contra Connor O'Leary; Miguel Pupo duela com o veterano Stuart Kennedy e Filipe Toledo terá pela frente Joan Duru. Já Adriano de Souza, o Mineirinho, faz o confronto verde e amarelo contra Jadson André.
(Com Agência Estado)