30 de outubro de 2017 - 10:00

Hamilton não liga para 9º lugar e se emociona com conquista do tetra na Fórmula 1

Louis fez questão de agradecer a todos os funcionários da Mercedes pelo título com duas corridas de antecipação

da Redação

pautas@olivre.com

Reprodução / Facebook

Louis Hamilton


Emoção e agradecimento foram as palavras de ordem para o inglês Lewis Hamilton neste domingo (29), após a conquista antecipada do tetracampeonato mundial da Fórmula 1. Um pouco frustrado pela nona colocação no GP do México, causada pelos incidentes nas três primeiras curvas da corrida com o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, e o holandês Max Verstappen, da Red Bull, o piloto da Mercedes preferiu mesmo festejar a conquista.

"Foi uma maneira horrível, pra ser sincero, mas o que eu poderia fazer? Eu disse a você que não seria fácil na curva 1. Não acho que fui tão agressivo. Coloquei meu carro numa posição perfeita e deixei muito espaço para o carro que vinha atrás", comentou o novo tetracampeão em entrevista à emissora de TV britânica Sky Sports. "Ainda assim me levanto. Continuei dando a volta por cima", disse sobre a prova em que caiu para o último lugar depois da primeira volta e se recuperou até o final.

Hamilton fez questão de agradecer a todos os funcionários da Mercedes pelo título com duas corridas de antecipação. "Preciso agradecer demais a todos os caras de Brixworth e Brackley (sedes da escuderia alemã na Inglaterra), obrigado a todos vocês pelo trabalho duro. Vencer o Mundial de Construtores neste ano já foi uma enorme façanha, mas me ajudar a alcançar esta conquista incrível... eu sou muito grato", afirmou.

Feliz com o título, Hamilton contou que ainda não assimilou bem o nível que acaba de alcançar. Acaba de entrar no clube dos grandes campeões da história da Fórmula 1. O mais novo tetra da categoria ultrapassou os brasileiros Ayrton Senna, o seu ídolo, e Nelson Piquet, se iguala ao francês Alain Prost e ao próprio Vettel em número de títulos. Fica atrás somente do argentino Juan Manuel Fangio, dono de cinco troféus, e do recordista Michael Schumacher, campeão sete vezes do Mundial de Pilotos. É também o britânico mais vitorioso da categoria.

"Sinto que deveria levar as coisas um dia de cada vez. Estou muito feliz com esse tetra. Vou levar algum tempo para entender isso, mas estou orgulhoso da bandeira e de todos os que a representam. Espero que todos os que estejam assistindo estejam felizes com o resultado deste ano, e eu vou continuar elevando o nível o máximo que eu puder", finalizou.

ROSBERG - Em um vídeo postado na sua rede social, o alemão Nico Rosberg, campeão da temporada de 2016 e companheiro de equipe de Hamilton até se aposentar após o seu título, exaltou não só o título do inglês neste domingo, mas também parabenizou a Mercedes pelo domínio dos últimos quatro anos.

"Olá, pessoal. Espero que todos estejam bem. Para começar, queria parabenizar o Lewis. Uma performance incrível neste ano e um tetracampeonato muito merecido. Muito impressionante, claro. Espero que todos tenham gostado da corrida hoje (domingo) porque eu gostei. Sem falar na temporada que tem sido, de uma maneira geral. A batalha entre Mercedes e Ferrari, com a Red Bull no meio, foi perfeita, assim como a disputa entre Lewis e Seb (Vettel) - e quem surgia no meio, muito emocionante. Queria também parabenizar a Mercedes pelo trabalho incrível ao longo das mudanças de regulamento, tendo de começar os projetos do zero e, mesmo assim, dominar a temporada dessa maneira, principalmente agora no fim do ano. Vejo isso como uma coisa impressionante. Então espero que todos celebrem muito. E para quem está assistindo, eu devo estar no paddock de Abu Dabi. Então eu os vejo lá e, nesse meio tempo, divirtam-se", disse o alemão.

(Com Agência Estado)