07 de dezembro de 2017 - 08:30

Adriano Figueiredo expõe obras inéditas na Casa do Parque

As obras em acrílica sobre tela revelam influências do surrealismo e cores vivas da pop art

Lidiane Barros

, da Redação

lidiane.barros@olivre.com.br

After, de Adriano Figueiredo

O artista Adriano Figueiredo parece imprimir em suas obras as influências das artes gráficas às quais se dedicou na transição entre suas fases pictóricas e na busca de uma identidade. Os ícones regionais quando surgem em suas telas, por vezes são multiplicados e explodem em um caleidoscópio multicolorido.

Nas obras em acrílica sobre tela divulgadas como chamariz para o público, a exposição “After” apresenta nova faceta da arte de Adriano. A mostra individual que conta com 30 peças, entra em cartaz na Casa do Parque, nesta quinta-feira (7), às 19 horas. A entrada é franca.

Na fase que se descortina, o artista parece ter se envolvido por uma atmosfera de espiritualidade, pautada pelo impressionismo. Mas há certos traços da pop art - denunciadas pelas cores vivas - e também, surrealismo, quando se deixa levar pelo impulso, registrando tudo o que vem à mente. “São faces, cada pessoa é livre para sentir, eu sinto Cristo, mas não foi intencional, as coroas de espinhos pintei depois, mas o que surge são faces, de várias formas e com a mesma energia”, comenta Figueiredo. 

After, de Adriano Figueiredo
 

Em cinco anos dedicados às artes plásticas, ele, que já expôs na Europa, integrou ainda duas coletivas nos Estados Unidos, na galeria House of Art, localizada no consagrado bairro de Wyndwood, em Miami. Atualmente, possui obras espalhadas por vários países, como Argentina, Noruega, Portugal, Espanha, França e Estados Unidos.

Adriano Figueiredo

Versátil, recentemente assinou figurino do grupo Flor Ribeirinha para turnê da Itália e nos festivais na Coréia do Sul. Projeto que deu origem a um livro de ilustrações e a sua mais conceitual e expressiva exposição “Convertendo em Curvas”, sucesso na galeria do SESC Arsenal com mais seis mil visitas e boa crítica. Transitando por outras vertentes, trabalhou dedicou-se também às artes gráficas e quadrinhos, dentre outras experiências.