14 de julho de 2017 - 15:10

10 momentos chocantes de Game of Thrones

Se você ainda não assistiu, fique atento: contém spoilers. Muitos spoilers.

Da Redação

pautas@olivre.com.br

Com a esperada estreia da sétima temporada de Game of Thrones acontecendo neste próximo domingo, 16, às 22h na HBO, é hora de relembrar dez dos momentos mais chocantes da série até agora. No ar desde 2011, a trama esteve sempre lado a lado do Twitter, o que torna o exercício de recordar os momentos ainda mais interessante, uma vez que pudemos rever as reações dos fãs.

Quem acompanha a série sabe que aconteceram bem mais de 10 momentos chocantes, mas aqui separamos os que mais impactaram a audiência e deram o que falar na internet. Mas fique atento, a lista contém spoilers de momentos importantes de todas as temporadas.

Execução de Ned Stark

Ainda considerado por muitos o momento mais chocante da história até agora, a morte de Eddard "Ned" Stark - senhor de Winterfell e um dos homens mais justos dos Sete Reinos - no nono episódio da primeira temporada, colocou todos os fãs em alerta. Considerado traidor pelo rei Joffrey, Eddard pagou com sua cabeça às tentativas de provar que o monarca não era filho de Robert Baratheon, seu amigo de longa data e rei, que também morreu. É nesse episódio também que os fãs percebem que não devem se apegar demais aos personagens favoritos, pois provavelmente eles vão morrer.

O Casamento Vermelho

 Um momento esperado por quem leu os livros, o chamado Casamento Vermelho aconteceu no tenso nono episódio da terceira temporada e chocou pela violência da cena e como foi fiel aos manuscritos originais. Na comemoração do casamento de uma de suas filhas, Walder Frey se alia aos Lannister e aos Bolton para matar os Stark e os tirar do poder de Winterfell, como punição pela quebra da promessa de casamento entre Robb Stark e sua outra filha. Além disso, o fato de Robb ter se revoltado contra a coroa depois da morte de seu pai deu combustível para o ódio dos inimigos. Depois de matarem Robb, eles ainda mataram seu lobo Vento Cinzento, arrancaram a cabeça e a colocaram no corpo do herdeiro Stark.

O Casamento Roxo

 Mais do que choque, o Casamento Roxo causou êxtase na internet por conta da morte de rei Joffrey, envenenado na sua própria festa de casamento durante o segundo episódio da quarta temporada. Desde o início da série, Joffrey provocou a ira de quem assistia à trama por conta do seu sadismo com personagens adorados, como Sansa e Tyrion. Por essa razão, a reação 'positiva' à sua morte já era esperada. O roxo no nome do evento se dá por conta da cor que o odiado personagem ficou após a asfixia que se seguiu ao envenenamento.

O estupro de Sansa Stark

 No sexto episódio da quinta temporada, Sansa, uma das filhas sobreviventes da casa Stark, se casa com Ramsay Bolton, um dos piores vilões que já passaram pela série. O matrimônio foi uma negociação feita por Lord Baelish - conhecido também como Mindinho - em que Sansa era apenas uma moeda de troca por poder e que foi acompanhado por Theon Greyjoy, antigo amigo dos Stark e que também sofreu muito nas mãos de Ramsay nas temporadas anteriores, sendo tratado como escravo. Nessa fase, Sansa havia passado por poucas e boas, passando de uma menina mimada e boba para uma mulher forte e que estava começando a entender o jogo dos tronos. O sexo não consentido na noite de núpcias, ainda mais com Ramsay como seu marido e com Theon sendo obrigado a assistir levantou inúmeras discussões na internet. A cena foi considerada violência gratuita e desnecessária para o enredo.

Oberyn Martell X Gregor Clegane

 Oberyn Martell decidiu representar Tyrion Lannister em um julgamento por combate, que nada mais é que um duelo entre os representantes de duas partes lutam até a morte. Quem sobreviver ganha o julgamento. Tyrion foi acusado de envenenar seu sobrinho Joffrey durante o Casamento Roxo e estava preso desde então. O representante da coroa no duelo foi Gregor Clegane, o Montanha, um dos guerreiros mais cruíes de Westeros e que matou a irmã e os sobrinhos de Oberyn no passado. Para quem assistia a série, havia ainda esperança de que Oberyn pudesse ganhar o duelo, mesmo sabendo da fama do Montanha. Mas, como os personagens favoritos sempre morrem, com Oberyn não foi diferente. Só não imaginávamos que seria de uma forma tão brutal. A cena de Clegane esmagando a cabeça de Oberyn com as próprias mãos, que aconteceu no oitavo episódio da quarta temporada, é uma das mais impactantes da série inteira, e chocou os fãs quando foi ao ar.

O Rei da Noite aparece

Os Caminhantes Brancos foram um rodapé na história de Game of Thrones por grande parte da série, um detalhe no meio de tanto sangue e traição que acontecia nos Sete Reinos. A situação mudou no oitavo episódio da quinta temporada, quando o líder dos seres místicos, o Rei da Noite, aparece e destrói o povoado de Hardhome com sua horda de mortos-vivos. A partir daí, a ameaça dos Caminhantes se tornou real e mais uma peça no tabuleiro do jogo.

Shireen é sacrificada

 Stannis Baratheon era um dos personagens preferidos dos fãs de Game of Thrones por conta da sua atitude direta e por ser o verdadeiro herdeiro ao Trono de Ferro, já que os Joffrey e Tommen não eram filhos legítimos do antigo rei Robert. Isso tudo mudou no nono episódio da quinta temporada, quando ele fez um 'acordo com o diabo': sacrificou sua única filha na fogueira em troca de uma vitória sobre Ramsay Bolton em Winterfell. Não deu certo: perdeu a filha, a dignidade, a simpatia dos fãs, a batalha e a vida.

'Hold the door'

 Por anos, os fãs de Game of Thrones ficaram se perguntando a razão do simpático Hodor só falar 'hodor'. Poucos esperavam que fosse por uma razão tão chocante. Quando Hodor, Bran e Meera estavam fugindo dos Caminhantes Brancos, no quinto episódio da sexta temporada, a ordem para Hodor segurar a porta (hold the door) enquanto Brian e Meera fugiam reverberou no passado por conta dos poderes psíquicos do caçula Stark e fez com que o jovem Hodor entrasse em convulsão, repetindo a ordem incessantemente. O 'hold the door' foi decaindo até virar 'hodor', que foi repetido por ele durante a vida inteira por conta das sequelas causadas pela 'invasão' que Bran fez em sua mente. Nesse episódio, o dublador brasileiro do personagem teve um pouco de trabalho para transformar a frase 'segure a porta' em 'hodor'. E claro, mais um personagem querido na série que se foi.

Cersei explode o Grande Septo de Baelor

Nas últimas duas temporadas, Cersei teve grandes dificuldades: dois de seus três filhos foram assassinados, sua influência na corte diminuiu de forma enorme e foi humilhada publicamente pelo Alto Pardal e sua seita religiosa. Tudo mudou no último episódio da sexta temporada, quando, de forma espetacular, ela implode o Grande Septo de Baelor com seus principais rivais dentro. A atitude levou ao suicídio do rei Tommen, seu filho mais novo, mas, no entanto, a levou ao Trono de Ferro, seu grande objetivo desde o início.

R+L=J

 Quem assistiu a Game of Thrones com certeza ouviu em algum momento a teoria de que Jon Snow, filho bastardo de Ned Stark com uma fazendeira, na verdade era filho da irmã de Ned, Lyanna, com Rhaegar Targaryen - herdeiro do trono antes da Rebelião de Robert - o que faria com que Jon fosse o herdeiro legítimo do Trono de Ferro, e não Stannis, Daenerys ou qualquer outro personagem que clama o título. A teoria foi basicamente confirmada em uma cena no fim do episódio final da sexta temporada, o que levou os fãs à loucura no Twitter.

Acha que faltou algum momento marcante na lista? Deixe nos comentários a sua sugestão. A sétima temporada de Game of Thrones terá sete episódios, três a menos que as anteriores, mas que prometem ser mais longos do que a média. A ida de Daenerys para Westeros e a chegada do inverno prometem fortes emoções. A série começa a ser exibida no próximo domingo e alguns locais de Cuiabá vão fazer transmissão ao vivo.

(Com Agência Estado)

Leia mais