01 de dezembro de 2017 - 10:19

O que é uma cerveja “Puro Malte”?

Você já deve ter ouvido essa expressão, certamente com mais frequência nos últimos anos, mas o que ela realmente significa? É o que vou esclarecer agora.

Vinicius Masutti

Você já deve ter ouvido a expressão "puro malte", certamente com mais frequência nos últimos anos, mas o que ela realmente significa? É o que vou esclarecer agora.

Em parte, falei sobre isso na semana passada, dá uma olhada. No texto, eu contei que uma Pilsen deve ser feita apenas com cevada maltada e que uma variação do estilo, chamado American Standart Lager, é feita com “cereais não-maltados”. E esse é o início do assunto de hoje.

Nós falamos sobre o malte aqui, mas vamos relembrar. Qualquer cereal fermentado pode ser chamado de cerveja, mas há cereais mais vantajosos que podem contribuir mais com o resultado final, por causa de sua estrutura de açúcares. O mais utilizado e mais versátil é de longe a cevada, seguida pelo trigo, centeio e aveia. São chamados cereais nobres. Mas cereais mais simples como o milho e o arroz, também podem ser usados e estes são alguns dos famosos cereais não-maltados, portanto uma cerveja que use estes últimos não pode ser nomeada como “puro malte”. Mas vamos às diferenças.

Os cereais não-maltados são usados como fonte secundária de açúcar para que as leveduras produzam álcool e co2, sem aumentar o corpo da cerveja e sem influenciar no sabor. Mega cervejarias, utilizam esse recurso a fim de baratear o custo e, acredite se quiser, com o objetivo de produzir uma cerveja neutra, quase insossa ou, sem sabor. A ideia é que quanto menos sabores e complexidade, menos possibilidade de rejeição, o oposto do objetivo de cervejas artesanais ou especiais, que usam e abusam do malte.

Uma cerveja “Puro Malte” é uma cerveja feita apenas com cereais maltados. Isso significa uma cerveja com ingredientes de melhor qualidade, mas não necessariamente uma cerveja boa, porque o que determina isso é a mão do cervejeiro, ou suas habilidades na produção. É o mesmo que comprar carnes nobres para o churrasco, só vai valer a pena se quem comanda a churrasqueira souber assar a carne.

Além disso existem inúmeros estilos de cerveja em que são usados em regra outras fontes de açúcar ou até cevada e trigo não-maltados, mas nesse caso o objetivo é sempre uma característica sensorial, ou seja, a ideia desses estilos é atingir certo sabor.

A cevada maltada é grande responsável pelo sabor de uma cerveja e portanto é preferível que sua cerveja seja puro malte, mas isso vai depender do estilo. O importante aqui é você entender o que bebe e aprender a escolher melhor sua cerveja. Saúde!

Vinícius H. Masutti