15 de dezembro de 2017 - 16:16

Por que os investidores são pessimistas com o Brasil?

A visão de fora é que o Brasil se dispõe mais a fazer ajustes pontuais do que a tocar reformas estruturais

Marcos Troyjo

Por que os investidores estrangeiros são tão pessmistas com relação ao futuro do Brasil? Parte da resposta tem a ver com o que eles acreditam ser a "falta de apetite" tanto do governo quanto da sociedade para tocar reformas estruturais. 

Na visão que se consolidou fora do Brasil, a crença é que, ao invés de encarar grandes movimentos visando a modernização do país, o Brasil prefere apenas evitar o pior. Ou seja, ao invés de reformas estruturais, acabamos fazendo ajustes pontuais. 

Nesse contexto, a sociedade e a política brasileira se esquecem que todos os países que se desenvolveram passaram por grandes reformas. Exemplos são a China, o Chile, a Coreia do Sul, entre outros. 

Confira no vídeo a explicação em detalhes: