11 de junho de 2017 - 08:38

15 anos de amor incondicional

Débora Nunes

Filho, hoje você faz 15 anos. São quinze primaveras. Quinze verões. Quinze outonos. E quinze invernos. Quinze estações de convivência com você. Quinze estações de um aprendizado diário. De um amor que só aumenta. De muitos dias maravilhosos, alguns bons e outros não tão bons assim.

Se eu pudesse desejar algo para sua vida, naquele agora longínquo verão de Boston, em 2002, seria isto: uma vida sem sofrimento.

Queria que passasse pela vida sem conhecer a dor, a angústia, a frustração, o choro. Mas isso estava e ainda está fora do meu controle.

Então, vou dividir com você tudo o que desejo. Desejos plausíveis e reais, que espero que guarde com você, dentro de sua mente e seu coração, ao longo da vida.

Desejo que se mantenha curioso, que não perca o brilho nos olhos quando aprender alguma coisa ou conhecer alguém. Só a curiosidade nos impulsiona e tira o vazio da nossa alma.

Desejo que encontre sua verdadeira vocação e permaneça nela. Não será fácil, terá dias que vai querer desistir, que achará que não é reconhecido. Mas espere, respire fundo e aguarde o dia seguinte, a outra semana, o próximo ano. Insista na ideia de deixar sua marca no mundo, independente da área que escolha.

Desejo que continue com amigos verdadeiros. Não aqueles do oba-oba, das farras e alegrias. Mas aqueles que estarão ao seu lado quando você estiver no chão, quando mostrar a sua face negativa e eles ainda permanecerão por perto, não só porque acreditam em você, mas porque querem seu bem. Serão poucos. Você contará nos dedos da mão, mas fará toda diferença nessa jornada chamada vida.

Desejo que tenha paixões. Muitas paqueras. Que deseje e se sinta desejado. Que sonhe com alguém. E que encontre um grande amor. Daqueles que fazem a vida ter sentido, porque tudo se encaixa: sentimentos, sonhos, ideais e ideias. Que você encontre sua cara-metade.

Desejo que você entenda cada "não" que digo como um sinal de amor. Porque é difícil educar, é doloroso, mas pode estar certo de que um "não" hoje pode ser a maior forma de demonstrar o meu amor e cuidado.

Desejo que não procure o lado fácil nem cortar caminho. Não vale a pena. Só atingimos nossas metas com esforço, dedicação e muito, muito trabalho. Não adianta estudar na véspera nem fazer o trabalho no último minuto. A vida exige preparo.

Desejo que você sonhe alto, mas com os pés no chão. Sonhe, voe, imagine. Mas não viva dos seus sonhos. Viva para transformá-los em realidade. Todo santo dia. Um pouquinho de cada vez.

Desejo que você continue determinado em tudo. Que continue a ser incansável na sua luta para superar desafios, como faz hoje na escola e no futebol. Lembre-se: sucesso é 1% talento e 99% esforço.

Desejo que tenha paciência comigo. Tudo bem me achar chata muitas vezes, porque pego no seu pé por isso ou aquilo. Calma. De verdade, você só me entenderá quando tiver filhos. Aí, sim, o ciclo se fecha e você verá sua mãe em todas as dimensões.

Desejo que leia este texto toda vez que se sentir para baixo, estiver triste e desanimado com a vida (sim, infelizmente, você terá momentos assim). Leia para ter certeza do quanto é amado e da importância que tem para mim e sua família. Para nós, você é o universo.

Te amo de um tanto que números não conseguem quantificar nem palavras, expressar.

Feliz aniversário!

Assinatura Debora Nunes