19 de julho de 2017 - 06:00

Será que Nova York pode entrar na rota dos terremotos?

Um abalo na Rússia pode chegar até a costa oeste dos EUA e impactar a principal cidade do mundo

da Redação

A noite da última segunda-feira (17) tinha tudo para ser mais uma noite comum. Na frente do meu computador, em um frio incomum para Cuiabá (12 graus), eu calcularia como os últimos abalos poderiam impactar outras regiões do planeta. Mas algo me chamou a atenção.

Em uma região desértica da Rússia, conhecida pelo complicado nome de Komandorskiye Ostrova (ilhas comandante, em português), um abalo de 7.7 graus na escala Richter me despertou a curiosidade. Essas ilhas são banhadas pelo mar de Bering e pelo oceano Pacífico, longe do resto do mundo.

Pude constatar, no passado, que esses eventos se propagam até a região da Califórnia, na costa oeste dos Estados Unidos. Lá perto, está o parque Yellowstone, aquele mesmo que ficou popular nos desenhos animados pelo elevado número de ursos que lá habitam. O mais famoso deles, ao menos da TV, é o Zé Colmeia.

Mas desta vez quero ver a possibilidade de esses eventos se propagarem até o outro lado dos Estados Unidos, mais especificamente até Nova York. Lá estão os principais centros comerciais do mundo, junto dos polos de finanças, mídia, arte, moda, pesquisa, tecnologia, educação e a sede da Organização das Nações Unidas (ONU).

Não é do nada que tiro essa curiosidade. Recentemente pude constatar que esses abalos em locais tão distantes quanto a Rússia influenciaram a província de Ontário, no noroeste do Canadá, Pensilvânia, Nova Jersey, Vermont, Massachusetts e Connecticut - esses últimos muito perto de Nova York.

Os reflexos são muitas vezes imperceptíveis para a população. Mas em se tratando de um dos locais mais importantes dos EUA e do mundo, qualquer movimento pode ser considerado significativo. Em aproximadamente duas semanas, essa dúvida será respondida. Meu método se baseia na propagação das ondas sísmicas entre diferentes partes do mundo, por isso a necessidade da espera. 

Se for comprovado, avançarei mais uma casa na minha pesquisa que busca mostrar a correlação de abalos sísmicos no globo. Mas sempre gosto de deixar claro que essas informações só servem como pesquisa de campo, não como substitutos aos modelos que temos atualmente. Quero apenas mostrar que há modos de prevenir possíveis abalos.

Perguntas
Caros leitores, quero saber mais sobre o que vocês pensam ou tem dúvidas. Me escrevam, comentem a matéria para que eu possa tentar ajudar a solucionar a sua dúvida. Ficarei feliz em te responder!

Assinatura Coluna Aroldo

05 Comentário(s)

Ingrid - 19.07.2017

Aroldo, te sigo hace un tiempo y me llama la atención tu método predictivo, sin embargo lo que aún no tiene respuesta es el POR QUÉ están sucediendo tantos movimientos sísmicos y tan seguido estos últimos años. Qué realmente está pasando? Tendrá que ver las pruebas de aceleramiento de partículas? Hay algún grupo detrás de todo esto? Gracias... Que Dios te bendiga y proteja!

Mireya fuentes - 19.07.2017

Solo saludarte y desearte que ya el mundo confíe en tus conocimientos y entiendan que solo deseas salvar vidas con tu método; te lo desea una chilena de corazón ; un abrazote y muchos saludos

Cecilia Andrea Viñiales - 19.07.2017

Caro Aroldo, muito bom dia Leia atentamente a sua ideia A minha pergunta, então como mencionado, seria abrir uma outra teoria em seu estudo? Se for esse o caso, agora você tem que reunir os estudos e ver se estes são correlacionados? Se for esse o caso, talvez este novo estudo, permite analisar com mais precisão prevê que entra em vigor Desejando que tudo vai ser benéfico para a toda a humanidade Receba uma saudação respeitosa de Valparaíso - Chile

Patricio Puebla - 19.07.2017

Estimado Aroldo, hace tiempo que lo sigo por las redes, lo seguido de manera objetiva e imparcial y he podido constatar que su método funciona en un alto porcentaje de certeza De la misma manera lo he visto en la TV explicando su método que en realidad resulta irracional, sin embargo creo que Ud se ha olvidado de mencionar un parámetro importante en sus planteamientos.... para mi Ud. es receptor de algún tipo de señal que resulta incomprensible para el resto de los mortales, me refiero a la INTUICIÓN nuestro sexto sentido, ese que actúa si no pensamos, solo se manifiesta. Es muy posible que tenga Ud esa capacidad así como hay médicos que sanan sin haber estudiado o clarividentes que le aparecen los echos y los retransmiten y después resulta que se anticiparon. Mucha suerte y ojala profundice en esa linea un abrazo

Cecilia Gacitua - 19.07.2017

Buenos dias , Soy de Chile yo sigo a Dn Aroldo hace mucho tiempo y su teoria es muy acertiva , con eso hemos estado muy preparados en nuestro pais . Dios quiera muchos paises acepten su trabajo y asi salvar muchas vidas .