12 de julho de 2017 - 17:06

Queda de 27% no estoque de café pode levar a aumento no preço

Baixa produção foi consequência do clima seco

Da Redação

pautas@olivre.com.br

Arquivo/Agência Estado

Café

 

O café nosso de cada dia pode ficar mais caro. O aumento do preço pode acontecer pela baixa do estoque de café da safra 2016, que atingiu 9,86 milhões de sacas. O volume é 27,4% inferior ao da safra de 2015, que teve 13,59 milhões de sacas. Os dados foram divulgados hoje, 12, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O diretor executivo da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), Nathan Herszkowicz, disse que os números são preocupantes. Segundo ele, o estoque somado à safra do ano deverá garantir um abastecimento apertado para a exportação e o mercaco nacional, o que poderá resultar no aumento de preço do produto. “Não significa falta de café, que é um fenômeno raro, mas pode significar um mercado onde a oferta seja curta”, avaliou. A queda na produção foi consequência do clima seco, segundo o diretor executivo da Abic.

O setor está preocupado com o café conilon, o mais consumido no Brasil, e o que mais sofreu com a seca dos dois últimos anos. Os cafés vendidos nos supermercados geralmente são uma mistura de conilon e arábica, esta última uma espécie mais suave com variações que permitem a produção dos cafés gourmet, mais refinados.

Leia mais