16 de agosto de 2017 - 17:11

Mato Grosso exportou 73,8% do milho no país em julho

Estado deve exportar 16,8 milhões de toneladas do cereal nesta safra 16/17

Gabriele Schimanoski

, da Redação

gabriele.schimanoski@olivre.com.br

Ednilson Aguiar/O Livre

Colheita de milho

 

Mato Grosso originou 73,81% do milho exportado pelo país no mês de julho, segundo dados divulgados pela Secretária de Comércio Exterior (Secex). Das 2,4 milhões de toneladas do grão escoadas no mês, 1,7 milhão partiu do estado.

O volume é o maior da série histórica para o período e marca o início do ano-safra 17/18. Entretanto, a demanda mundial permaneceu estável. Em média, as negociações ficaram em US$ 154,01 a tonelada, o menor valor desde o início do ano.

O recorde vem confirmando a projeção do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), na qual estima que Mato Grosso deverá exportar 16,8 milhões de toneladas de milho nesta safra.

Até o fim do ano, a tendência é de crescimento dos envios, destaca o instituto, "aliviando o déficit de armazenagem no estado e reduzindo a oferta de produto no mercado disponível".

Neste ciclo, Mato Grosso deve produzir aproximadamente 30 milhões de toneladas do grão, o que representa 32% da produção nacional.

Preço
Depois de meses de queda, o preço do milho em Mato Grosso encerrou a última semana com alta de 3,69% e preço médio de R$ 12,07 a saca. Já a colheita do cereal fechou a última semana com 98,42% da área total colhida e um avanço semanal de 2,92 pontos percentuais.

Leia mais