12 de agosto de 2017 - 06:38

Mato Grosso deve produzir 32% da safra brasileira de grãos

Clima favorável e produtividade contribuíram para recorde brasileiro

Gabriele Schimanoski

, da Redação

gabriele.schimanoski@olivre.com.br

Divulgação

soja plus.jpg

Mato Grosso deve produzir 32% da safra de grãos brasileira. Das 238 milhões de toneladas esperadas para este ciclo, Mato Grosso deve colher 60 milhões de toneladas.

Os números são da penúltima estimativa da safra atual divulgados na sexta-feira (11) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O volume de grãos produzido no ciclo 2017/18 é 27,7% maior ante às 186,6 milhões de toneladas registradas no ciclo anterior. As condições climáticas favoráveis, a boa produtividade média de todas as culturas e a ampliação de 4% da área plantada contribuíram para a “supersafra”, um recorde da agricultura brasileira.

A área plantada está consolidada em 60,7 milhões de hectares, um pouco acima dos 58,3 milhões de ha da safra 2015/2016, segundo a Conab.

Altas

A produção de soja e milho representam mais de 88% dos grãos produzidos no país. Os principais acréscimos na produtividade foram registrados nestas culturas com o emprego de alta tecnologia, impulsionando o rendimento das lavouras. A produtividade média da soja subiu 2.870 para 3.362 kg/ha e a do milho total, de 4.178 para 5.563 kg/ha.

A produção de soja teve acréscimo de 19,5% e chega a 114 milhões de toneladas, com ampliação de 2% na área plantada, estimada em 33,9 milhões de hectares.

No caso do milho, a produção deve alcançar 97,2 milhões de toneladas, 46,1% acima da safra 2015/2016. Só em Mato Grosso foi registrada quebra de 7 milhões de toneladas em razão da estiagem.

Em relação ao algodão, a estimativa da Conab aponta crescimento de 18,2% de pluma, podendo alcançar 1,5 milhão de toneladas, sendo 990 mil toneladas produzidas em Mato Grosso, mesmo com queda de 1,7% na área cultivada.

Leia mais