07 de junho de 2017 - 15:26

Governo reduz em 12,2% o preço de pauta do boi em pé

Medida visa aliviar as quedas no preço da arroba para os pecuaristas mato-grossenses

da Redação

pautas@olivre.com.br

Ednilson Aguiar/O Livre

Gado Pará

 Mato Grosso tem o maior rebanho do país e passa por crise com queda nos preços


A Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) reduziu em 12,2% o preço mínimo de pauta do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para a venda interestadual de boi em pé. A alíquota continua 7%, os pecuaristas pediam uma redução para 2,5%, equiparando o percentual com o que é cobrado nos outros Estados, porém, não foram atendidos. A medida vale a partir desta quarta-feira (7), quando foi publicada no Diário Oficial a portaria nº 105/2017.

A primeira versão desta reportagem informava que a alíquota do ICMS havia sido reduzida para 6,15%, conforme divulgado pelo governo. A Sefaz corrigiu os números depois.

A redução do preço de pauta para o boi em pé visa aliviar as quedas no preço da arroba para pecuaristas mato-grossenses. A crise foi agravada após escândalos seguidos como a operação Carne Fraca e a delação da JBS. O pedido foi feito em março pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), pois, segundo a entidade o preço de referência para a taxação do animal utilizado pela Sefaz desconsiderava as diferenças existentes entre as regiões do Estado.

“O Estado não está alheio a toda essa movimentação e está fazendo o que é possível, neste momento, para contribuir com o equilíbrio no mercado. Continuamos conversando com toda a cadeia pecuária e acompanhando de perto a situação”, afirmou o secretário de Estado de Fazenda, Gustavo de Oliveira, por meio de nota distribuída à imprensa.

Veja mais