17 de abril de 2017 - 15:47

Cuiabá sedia churrasco beneficente com quatro toneladas de carne

Evento terá dez horas de duração; 240 churrasqueiros vão participar

Gabriele Schimanoski

, da Redação

gabriele.schimanoski@olivre.com.br

Divulgação

braseiro

 

Cuiabá será sede de um grande churrasco de carnes nobres no próximo dia 6, o Festival Braseiro. Serão quatro toneladas de carnes preparadas pelas mãos de 240 churrasqueiros, homens e mulheres que optaram por promover a carne mato-grossense ao mesmo tempo em que arrecadam recursos para obras sociais.

Entre os voluntários está o pecuarista da região de Juína, Diogo Basílio, que disse cozinhar por hobby. Ele é um dos pioneiros na criação da espécie Wagyu em Mato Grosso, um boi de origem japonesa. A carne desse animal é considerada uma das mais caras do mundo e para comer um “simples” bife é preciso desembolsar quase R$ 200. No Braseiro, das 40 estações de carnes, duas serão apenas de Wagyu, sob os cuidados de Diogo e do irmão Douglas Jorge. “Participar do Braseiro é uma ótima oportunidade para que o consumidor conheça e aprecie esse tipo de corte”, destaca.

O administrador de empresas Sérgio Roberto Masiero, que mora em Rondonópolis (a 220 km de Cuiabá) é outro voluntário. Ele vai preparar carne suína e disse estar empolgado para a edição cuiabana do Braseiro. Para Masiero, o festival ajuda a divulgar a carne de Mato Grosso para o país e mundo. “Além disso, o evento acaba se transformando em um encontro de amigos e de família. Todos empenhados em ajudar o próximo”, explica. 

Para quem gosta de peixe também haverá pratos, sob o comando do empresário Epaminondas Júnior.  Em sua estação, o filé de pintado será o prato principal, acompanhado da tradicional farofa de banana. Mesmo sendo um evento voltado para a carne bovina, Epaminondas disse haver uma boa demanda para os pescados. “Vamos preparar 150 kg de peixe, 50 kg a mais do que foi assado na 1ª edição do festival”.

 

braseiro 77.jpg

 

Boa causa
A primeira edição do Festival Braseiro foi realizada em outubro de 2016, em Rondonópolis, com objetivo de ajudar uma casa de apoio. O idealizador do evento, Marco Túlio Duarte Soares, presidente da Acrimat, explica que a ideia nasceu com um grupo de amigos que atuam em favor da carne e de obras sociais. “Cem por cento do lucro é revertido a instituições filantrópicas. Quem adquire os ingressos do Braseiro vai ajudar projetos beneficentes em Cuiabá”, explica. Segundo ele, o recurso arrecadado vai ajudar a construir uma clínica de recuperação para mulheres dependentes químicas.

O festival
O Festival Braseiro funciona no sistema open food e open bar. Isto é, quem comprar um ingresso poderá comer à vontade e terá acesso livre ao bar de cerveja Budweiser. Serão servidos cortes especiais de bovino, suíno, aves, peixe e cordeiro. A expectativa é que três mil pessoas participem desta edição. Os ingressos custam entre R$ 80 e R$ 200 (valores do 2º lote) e pode ser adquiridos aqui. O evento será realizado das 12h às 22h, no Centro de Exposições “Senador Jonas Pinheiro”.

Galeria de Fotos

Veja mais