11 de abril de 2017 - 09:59

Conab eleva safra de soja em MT para 30,5 milhões de toneladas

Se confirmado, o volume colhido será 17,2% superior à safra anterior

Gabriele Schimanoski

, da Redação

gabriele.schimanoski@olivre.com.br

Mesmo após perdas na produção devido a grande umidade e às fortes chuvas que destruíram lavouras inteiras, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) voltou a elevar a previsão da safra 2016/2017 de soja em Mato Grosso. O 7º levantamento, divulgado nesta manhã, aponta que o Estado deve produzir 30,5 milhões de toneladas do grão. No levantamento anterior, a companhia havia rebaixado a previsão para 29,9 milhões. Se confirmado, o volume será 17,2% superior à safra anterior.

A produtividade média na lavouras deve ficar em 3.273 kg/hectare, um aumento de 14,9% em relação à safra anterior, que atingiu 2.848 kg/ha. A área plantada aumentou 2%, chegando 9,3 milhões de hectares. 

Em relação ao milho, o crescimento ocorre principalmente em regiões onde há bovinos confinados, cuja ausência de oferta do cereal estimulou o cultivo para o abastecimento doméstico das fazendas, além das boas expectativas de mercado na época do plantio. As chuvas regulares, ocorridas nas principais fases das lavouras, permitiram projetar um rendimento de 5.695 kg/ha, ante aos 4.019 kg/ha no período produtivo anterior. 

A área total cultivada do milho deverá ser 13% maior que a registrada no ciclo anterior e chegar a quase 4,3 milhões de hectares. Ao todo, Mato Grosso deve produzir 24,4 milhões de toneladas de milho, primeira e segunda safra. O volume é 60% maior que o ciclo anterior, onde cerca de 7 milhões de toneladas foram perdidas, despencando a produção para 15,2 milhões de toneladas.

Nacional
A safra brasileira de grãos deve chegar a 227,9 milhões de toneladas, um aumento de 22,1% frente às 186,6 milhões de toneladas da safra passada. O crescimento se deve ao aumento de área e às boas produtividades médias da atual safra, diferente do ciclo anterior que sofreu com a falta de chuvas. Em relação à área total, a previsão é que o aumento seja de 3%, chegando a 60,1 milhões de hectares. Estão incluídas neste prognóstico as culturas de segunda e terceira safras.

Para a soja, a expectativa é de um crescimento de 15,4% na produção, devendo atingir 110,2 milhões de toneladas, e ampliação de 1,4% na área, que deve chegar a 33,7 milhões de hectares. No caso do milho total, a colheita deve alcançar 91,5 milhões de toneladas (37,5% de crescimento), com 29,9 milhões de toneladas para a primeira safra e 61,6 milhões para a segunda. A área total do milho deve alcançar 17,1 milhões de hectares (ampliação de 7,3%). No total, milho e soja representam quase 90% dos grãos produzidos no país.

 

Veja mais