18 de abril de 2017 - 20:00

Vereador "atropelado"

Da Redação

O vereador Marcelo Bussiki (PSB), presidente da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária de Cuiabá, alegou que foi atropelado na votação desta terça-feira, 18, que aprovou projeto de lei autorizando o desmembramento da Secretaria de Governo e Comunicação.  

O projeto, de autoria do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), foi aprovado por 19 votos contra três. Bussiki esbravejou que "passaram por cima da comissão". Segundo ele, o projeto não estava em pauta e foi colocado em votação em regime de urgência. O desmembramento da secretaria foi uma das primeiras medidas anunciadas pelo gestor.

Emanuel alegou que não vai aumentar as despesas, já que a estrutura permanece a mesma, apenas desvinculando a atuação de duas áreas distintas.

 

 

Confira Também:

Leia mais