08 de fevereiro de 2018 - 12:12

Discurso anti-Taques

Possível candidato, ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes elevou o tom e criticou a gestão do governador Pedro Taques

Ednilson Aguiar/O Livre

Mauro Mendes

Ex-prefeito Mauro Mendes criticou a gestão de Pedro Taques

O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (PSB) criticou abertamente a gestão do governador Pedro Taques (PSDB) em entrevista à rádio Vila Real nesta quinta-feira (08). Mendes afirmou que tem possibilidade de disputar as eleições deste ano a qualquer cargo, mas tende ao executivo por seu "perfil empreendedor".

"Houve crise em todo o país, sim. Não podemos dizer que não houve crise. Mas em 2017 o PIB voltou a crescer, houve geração de emprego, tem muitos indicadores que mostram que se desfez aquele mar de incerteza. Não dá mais para ficar com esse discurso de crise. Quantos Estados estão atrasando salários, hoje? 20? Não. São cinco ou seis, e esses que têm problema não fizeram a lição de casa", cutucou o ex-prefeito.

O Governo do Estado tem tido, mês após mês, dificuldade para arcar com os vencimentos dos servidores públicos e também com os repasses aos Poderes e órgãos constitucionais. "Ficar falando que foi o Silval Barbosa... ele poderia ter corrigido isso no começo do mandato. E quem fez isso em 2015? Quem aumentou tanto os repasses aos Poderes em 2015?", questionou Mendes.

Com saída de seu grupo do PSB, Mendes avalia se filiar ao DEM, sigla à qual seu aliado mais próximo, o deputado federal Fabio Garcia, se juntou recentemente. O ex-prefeito ainda cogita ingressar no PP, partido do ministro da Agricultura, Blairo Maggi.

O ex-prefeitou voltou a afirmar que seu compromisso de apoio ao governador Pedro Taques dizia respeito apenas ao mandato iniciado em 2015 e com término previsto para dezembro de 2018.

Confira Também: