07 de setembro de 2017 - 10:20

China anima Maggi

da Redação

Mesmo tendo seu nome citado na explosiva delação do ex-aliado Silval Barbosa, o ministro da Agricultura Blairo Maggi diz ter voltado animado da China, onde procurou se concentrar no encontro que teve com o presidente chinês Xi Jinping e com a participação na reunião dos BRICS - que reuniu os líderes do bloco composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Para Maggi, o presidente chinês fez falas favoráveis ao Brasil e deve ampliar o comércio de grãos e carnes e o intercâmbio na área de ciência e tecnologia. "O Brasil e a China devem se aproximar daqui para a frente, isso é o comércio bilateral", disse.

Segundo o ministro, não existem diferenças entre os dois país que impeçam o fechamento de bons negócios. "O Brasil será um grande fornecedor de produtos agrícolas. Vamos levar a segurança alimentar aos chineses", comemora.

 

Confira Também: